Reajuste nos alimentos aumenta inflação para baixa renda

Imagem: Pixabay

ECONOMIA

Reajuste nos alimentos aumenta inflação para baixa renda

“Por outro lado, a deflação de 39,4% nas passagens aéreas e de 14,9% nos combustíveis, beneficiou as famílias mais ricas"
Por: -Leonardo Gottems
63 acessos

O reajuste nos preços dos alimentos foi o principal responsável pelo aumento da inflação, que ficou maior para as famílias de renda baixa nos cinco primeiros meses do ano de 2020, segundo informações do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). De acordo com os números, embora haja uma desaceleração em todas as classes de renda, quando comparadas à 2019, a inflação foi maior para as famílias de renda mais baixa (até R$ 1.534,55), que registrou alta de 0,45%. 

Enquanto isso, o indicador dos mais ricos (com rendimento acima de R$ 15.345,53) apresentou deflação de 0,45%. “Na análise dos primeiros cinco meses do ano, os pesquisadores mostraram que a alta de 4,3% dos alimentos, medida pelo IPCA, impactou o custo de vida das famílias com menor poder aquisitivo (cuja despesa é maior em habitação, alimentos e bebidas)”, diz o Ipea. 

“Por outro lado, a deflação de 39,4% nas passagens aéreas e de 14,9% nos combustíveis, beneficiou as famílias mais ricas (que além dos transportes, também despendem uma parte maior do seu orçamento com despesas pessoais e educação). Em maio, apesar da deflação ter atingido todos os segmentos, ela foi bem mais intensa para a faixa de renda mais alta (-0,57%) quando comparada à de renda mais baixa (-0,19%)”, completa. 

Com a incorporação desse resultado, no acumulado dos últimos doze meses, a inflação da classe de renda muito baixa mostra alta de 2,4%, situando-se 1,0 p.p. acima da registrada pela faixa de renda alta (1,4%). O Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda é calculado mensalmente, com base nas variações de preços de bens e serviços disponibilizados pelo Sistema Nacional de Índice de Preços ao Consumidor (SNIPC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e os pesos de cada produto ou serviço são calculados por meio dos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF). 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink