Realizada 1º reunião do Conselho Gestor da Emater

Agronegócio

Realizada 1º reunião do Conselho Gestor da Emater

Nesta quinta-feira (8/12), Emater reuniu pela primeira vez, seu Conselho de Gestão
Por:
607 acessos

Nesta quinta-feira (8/12), a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) reuniu, pela primeira vez, seu Conselho de Gestão. Em audiência realizada no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, o colegiado instituído por decreto governamental em agosto de 2016, discutiu o planejamento da Emater para 2017 e avaliou os resultados de 2016.

O Conselho conta com representantes do governo e da sociedade civil. O colegiado é dirigido pelo secretário de Estado de Desenvolvimento, Luiz Maronezi (presidente), e pelo presidente da Emater, Pedro Arraes (vice-presidente). O reitor da Universidade Estadual de Goiás (UEG), Haroldo Reimer, representa o governo do Estado no comitê. O presidente da John Deere Brasil, Paulo Herrmann, e o professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Eduardo Assad, por sua vez, representam a sociedade civil. O grupo é formado ainda por um membro suplente para cada cargo e pelo secretário executivo, Patrick Barcellos.

A implantação de 36 Unidades-Piloto da Rede de Inovação Rural e a publicação do edital de licitação para construção do complexo de laboratórios da Agência estiveram entre os principais resultados de 2016 apresentados pelo presidente da Emater, Pedro Arraes.

"Os laboratórios irão nos oferecer a competência mínima para desenvolver tecnologia. Além disso, a Rede de Inovação é uma alternativa que propomos para ampliar a assistência técnica em Goiás, que hoje é demandada, principalmente, por cerca de 90 mil produtores das classes baixas e muito baixas", informou Arraes.

Paulo Herrmann considerou que a metodologia da Rede de Inovação Rural e as ações propostas no planejamento da Emater tem potencial para gerar interesse de empresas privadas. "Tem sobrado dinheiro de organizações internacionais à espera de bons projetos, principalmente, para ações com viés ambiental. Não teríamos grandes dificuldades em captar recursos para serem aplicados em infraestrutura e multiplicação do conhecimento", defendeu.

Aprovado
Durante a reunião, o colegiado também discutiu o planejamento de ações de ordem administrativa e de gestão. O Conselho validou as propostas de concurso público e de plano de cargos e remunerações apresentadas pela Emater. Os projetos serão submetidos à avaliação do Governo do Estado.

"Foram mostrados alguns exemplos que podem transformar a Emater num Agência administrada por um sistema único no Brasil. A Emater deve pensar na modernização do setor administrativo. Os instrumentos estão todos na mão", considerou Eduardo Assad. 

2017
Entre os desafios do próximo ano apresentados pelo presidente Pedro Arraes estiveram a continuidade da reestruturação física da Agência, o lançamento e recomendação de dez cultivares de grãos, frutas e hortaliças, e o desenvolvimento de um software de gestão de propriedades rurais.

Funções
Entre as atribuições do Conselho de Gestão estão fixar diretrizes e aprovar planejamento, planos, programas, projetos e orçamentos da Emater. Os membros indicados para o colegiado foram selecionados com base em sua representatividade no cenário agropecuário e sua consequente capacidade de auxiliar no desenvolvimento do Estado.

"O conselho tem a função de discutir o que é tangível, como o planejamento e as ações, mas também de trazer benefícios intangíveis para a Emater. Com membros tão conceituados e representativos, temos a certeza de que conseguiremos abrir portas e levar o nome da Agência ainda mais longe", avaliou Pedro Arraes. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink