Rebanho bovino de Mato Grosso teve crescimento de 5,10%
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
PECUÁRIA

Rebanho bovino de Mato Grosso teve crescimento de 5,10%

Este é o maior rebanho da série histórica do IBGE para Mato Grosso
Por:

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou os dados do rebanho bovino e, no Centro-Oeste, aumentou apenas 0,24% ante a 2018. Este aumento mais ameno foi influenciado, principalmente, pela queda do rebanho do Mato Grosso do Sul, em -7,12%, e da leve alta em Goiás, de 0,59%. O resultado só não foi menor, pois, Mato Grosso -que corresponde a 42,88% do rebanho do Centro-Oeste e 14,79% do nacional – teve incremento de 5,10% no ano passado totalizando cerca de 31,74 milhões de cabeças.

“Este é o maior rebanho da série histórica do IBGE para Mato Grosso. Já segundo dados do INDEA (Instituto Mato-grossense de Defesa Agropecuária) os aumentos anuais mais significativos foram na região Nordeste, de 5,44%, seguida da região Médio Norte com 3,32% nesse mesmo comparativo. Apesar desta região possuir o menor plantel do Estado, esta realidade pode estar atrelada à expansão do confinamento que aconteceu no último ano. A região Sudeste também se destacou, onde está localizado uma grande parte de frigoríficos, com aumento de +3,25% ante a 2018”, conclui o IMEA, no boletim semanal da pecuária.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink