Receita bruta da lavoura cafeeira prevista para 2019 tem queda de 20% em comparação com 2018

Café

Receita bruta da lavoura cafeeira prevista para 2019 tem queda de 20% em comparação com 2018

Faturamento da lavoura cafeeira de 2018 foi calculado em R$ 25 bilhões e para 2019 está estimado em R$ 20 bilhões
Por:
163 acessos

A estimativa da receita bruta de todas as lavouras brasileiras está estimada para 2019 em R$ 392,37 bilhões. No cálculo desse montante, se for estabelecido um ranking dos cinco primeiros produtos, constata-se que a soja figura em primeiro lugar com R$ 128 bilhões, o que corresponde a 33% do citado valor, a cana-de-açúcar, em segundo, com R$ 58,52 bilhões (15%), seguida do milho com R$ 56,77 bilhões (14%), algodão herbáceo com R$ 40,30 bilhões (10%) em quarto lugar, e, por fim, o café, quinto colocado nesse ranking, com R$ 20,52 bilhões (5%). A receita estimada da lavoura cafeeira deste ano representou queda de aproximadamente 20% em relação ao faturamento de 2018, o qual atingiu R$ 25,52 bilhões.

Nos seis maiores Estados da Federação produtores de café, se for estabelecida uma comparação do faturamento do café com o dos demais produtos, verifica-se que MG, maior estado brasileiro produtor de café, tem o valor bruto de todas as suas lavouras estimado em R$ 36,91 bilhões e, em relação ao café, em R$ 11,28 bilhões, o qual corresponde a 31% do faturamento das lavouras do Estado. No segundo estado maior produtor de café – ES – o faturamento estimado de todas as lavouras é de R$ 5,49 bilhões. Estabelecendo esse mesmo comparativo, verifica-se que a receita estimada para o café, de R$ 4,32 bilhões, corresponde a 79%.

O terceiro maior produtor de café - SP - tem a receita bruta de todas as lavouras estimadas em R$ 52,67 bilhões, e a do café em R$ 2,03 bilhões (4%). Bahia, que é o quarto maior produtor de café, tem as suas lavouras estimadas em termos de receita bruta o montante de R$ 23,69 bilhões, e o café em R$ 1,37 bilhão (6%). Em quinto lugar, figura Rondônia com R$ 2,71 bilhões de previsão de receita de todas as lavouras. E o faturamento do café rondoniense tem previsão de arrecadar R$ 736,72 milhões (27%). Por fim, vem o Paraná, que é o sexto produtor de café no País, que apresenta um faturamento total das lavouras de R$ 41,94 bilhões, e o café R$ 426,77 milhões (1%). Os dados e números foram obtidos do Valor Bruto da Produção - VBP, que é elaborado e divulgado mensalmente pela Secretaria de Política Agrícola – SPA, do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento – Mapa e disponibilizadas no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink