Receita cambial do frango in natura alcança recorde em novembro
CI
Agronegócio

Receita cambial do frango in natura alcança recorde em novembro

Apresentou-se aumento de quase 22% sobre período em 2010
Por:
Superiores a US$500 milhões mensais em boa parte do segundo semestre de 2008, as exportações brasileiras de carne de frango in natura registraram naquele ano um valor recorde de certa forma inesperado - US$605,362 milhões em agosto/08, valor cerca de 55% maior que o registrado um ano antes.


Foi então que eclodiu a crise econômica mundial e todo o ganho anterior se diluiu em curto espaço de tempo. A recuperação foi lenta, pois só 34 meses depois (quase três anos) é que aquele recorde voltaria a ser superado (US$624,122 milhões em maio de 2011 e, no mês seguinte, junho de 2011, US$636,389 milhões).


Supunha-se, pelo comportamento das exportações neste segundo semestre, que esses recordes se manteriam por longo tempo. Mas não foi assim. Porque em novembro passado – ou seja, cinco meses depois do último recorde – a receita cambial voltou a superar todos os resultados anteriores.


Graças a esse e aos desempenhos mais recentes, a receita cambial acumulada pela carne de frango in natura nos primeiros 11 meses de 2011 soma US$6,413 bilhões, apresentando aumento de quase 22% sobre idêntico período de 2010. Já em relação aos 11 primeiros meses de 2009 (provavelmente o período mais critico de toda a história das exportações brasileiras de carne de frango) a valorização está próxima dos 50%.




Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.