Receita cambial do frango permanece negativa, mas dá sinais de reversão

Agronegócio

Receita cambial do frango permanece negativa, mas dá sinais de reversão

Atual resultado tende a uma reversão até o final do ano
Por:
488 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
O balanço dos nove primeiros meses do ano aponta que, entre os 10 principais produtos exportados pelo Brasil em 2014, apenas um produto básico do agronegócio permanece com receita cambial menor que a do mesmo período de 2013: a carne de frango.

Conforme a SECEX/MDIC, a receita cambial obtida pela carne de frango entre janeiro e setembro deste ano somou US$5,117 bilhões. Esse valor (que computa apenas o produto in natura) corresponde a uma redução de cerca de 3,5% sobre os mesmos nove meses do ano passado e faz com que a participação do produto na receita cambial total recue 1,33%.

De toda forma o atual resultado tende a uma reversão até o final do ano, visto que após alguns meses de queda, os preços médios do frango e a própria receita cambial voltaram a apresentar resultados mensais superiores aos do mesmo mês do ano passado.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink