Reclassificação de risco beneficia 19 mil no RS

Agronegócio

Reclassificação de risco beneficia 19 mil no RS

Banco do Brasil terá R$ 7,8 bilhões para crédito na safra 2009/2010
Por:
695 acessos

Dezenove mil, duzentos e setenta e dois agricultores gaúchos tiveram sua classificação de risco melhorada, o que deve aumentar a chance de acessar os R$ 7,8 bilhões anunciados ontem pelo Banco do Brasil (BB) para a safra 2009/2010 no Estado, valor 30% superior ao ano agrícola anterior. A reclassificação autorizada pelo CMN abrange dívidas renegociadas de R$ 2,24 bilhões no RS. Ontem, na Capital, o vice-presidente de Agronegócio do BB, Luís Carlos Guedes Pinto, disse que a reclassificação ampliará acesso ao crédito.

Principal financiador do crédito agrícola no país, o BB liberou R$ 300 milhões no Estado desde o começo do mês, a maioria em custeio. A expectativa é que a totalidade dos recursos seja aplicada até 30 de outubro. No país, 94 mil produtores foram reclassificados, débito calculado em R$ 11,2 bilhões. A inadimplência do setor no banco tem ficado na casa de 1,5% do volume total.

O presidente da Farsul, Carlos Sperotto, comentou que somente a reclassificação de risco não resolve. O dirigente considerou essencial a aprovação do Fundo Garantidor para agilizar a tomada de recursos. Sperotto pediu empenho do BB para destravar a criação do fundo, que empacou no Ministério da Fazenda. "O valor liberado não é problema, mas sim como fazer para chegar a esses recursos." O vice-presidente da Fetag, Sérgio de Miranda, alegou que o tema não preocupa a agricultura familiar, por ter endividamento menor. Na opinião do presidente da Ocergs, Virgílio Perius, o fundo garantidor poderia sair mais rapidamente via medida provisória.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink