Reconil é 1° fungicida com Efeito Ciano 

NOVIDADE

Reconil é 1° fungicida com Efeito Ciano 

Produtos a base de cobre proporcionam manejo de resistência
Por: -Leonardo Gottems
4611 acessos

O lançamento do fungicida Reconil pela norte-america Albaugh surge como uma opção de defensivo a base de cobre para os sojicultores investirem no chamado “manejo de resistência”. De acordo com a fabricante, o diferencial do produto é o "Efeito Ciano", no qual o cobre acelera o metabolismo da planta através de sua alta condutividade elétrica e assim facilita a fotossíntese, proporcionando mais produtividade. 

Atualmente, os especialistas estão afirmando que o manejo da resistência só consegue ser efetivamente realizado com o uso alternado de fungicidas sistêmicos e fungicidas multissítios, o que irá prolongar suscetibilidade de fungos aos químicos disponíveis para controle de doenças da soja. Nesse cenário, o diretor comercial e de marketing da Albaugh Brasil, engenheiro agrônomo Paulo Tiburcio, diz que os produtos multissítios à base de mancozeb, clorotalonil e cobre são os mais efetivos nesse processo. 

Segundo Daniel Friedlander, gerente de marketing da Albaugh Brasil, que compartilha dessa informação, o uso desses defensivos multissítios deve aumentar nos próximos anos no Brasil. “Esses três ingredientes ativos respondem por 35% do mercado potencial de multissítios e chegarão a uma fatia de 80% em 2020. O segmento deverá saltar de 200 milhões de dólares para 400 milhões de dólares, pois tais produtos se consolidam safra após safra. Os cúpricos reúnem melhor desempenho agronômico e vantagem competitiva no preço”, diz. 

O Reconil deve ser o “carro-chefe” da Albaugh para o ciclo 2018/2019 na busca pela representação de 50% do mercado de fungicidas protetores à base de cobre até 2022. No entanto, Tiburcio diz que esse não é o único lançamento da empresa. “Planejamos entregar ao mercado a linha de fungicidas cúpricos mais eficaz do mercado, de nome Hibio, reforçada pela alta bioatividade do composto íon-cobre”, finaliza. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink