Recuperação do rebanho nacional reflete a retenção de fêmeas

Agronegócio

Recuperação do rebanho nacional reflete a retenção de fêmeas

Tamanho do rebanho nacional divulgado pelo IBGE é o terceiro maior da história
Por:
1036 acessos

De acordo com Imea, tamanho do rebanho nacional divulgado pelo IBGE é o terceiro maior da história

Imea - Dados do rebanho nacional referentes ao ano de 2009 divulgados pelo IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia Estatística, mostram que o rebanho do Brasil ficou em 205,29 milhões de cabeças, alta de 1,49%.

Segundo o Imea, Instituto Mato Grossense de Economia Agropecuária, este número para o rebanho é o terceiro maior da história do país, perdendo apenas para os números vistos em 2005 e 2006. Quando comparado ao rebanho nacional de 20 anos, o crescimento é de 42% e, nos últimos 10 anos o, plantel brasileiro teve uma evolução de 25%. Esta volta do rebanho brasileiro para o patamar dos 205,29 milhões pode ser explicada pela retenção de fêmeas iniciada em 2008.

Com exceção dos estados da Roraima, Piauí, Bahia, Rio de Janeiro, Paraná e Mato Grosso do Sul, todas as unidades da federação registram incremento em seus rebanhos.

O ranking nacional tem Mato Grosso como o 1º, seguido por Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás e Pará. Mato Grosso, confirmando os números da vacinação de novembro/09, registrou 27,36 milhões de cabeças, alta de 5,15%, ficando acima em 2,15 pontos percentuais do crescimento médio nacional no mesmo período.

Com base em estatísticas sobre população do IBGE (2007), no Brasil se têm 1,12 bovinos por pessoa; quando se observa apenas o estado de Mato Grosso, o número é de 9,58 bovinos por habitante.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink