Rede de Recursos Genéticos Microbianos promove workshop em Fortaleza

Agronegócio

Rede de Recursos Genéticos Microbianos promove workshop em Fortaleza

O foco da Rede de Recursos Genéticos Microbianos é a prospecção da biodiversidade, manutenção das coleções biológicas e organização da informação, garantindo diversidade de material genético
Por: -Renata
574 acessos
Pesquisadores da Rede de Recursos Genéticos Microbianos da Embrapa, que mantém coleções de micro-organismos de interesse para o agronegócio, estarão reunidos nos dias 9 e 10 de junho, no Costa Mar Hotel, em Fortaleza (CE). O I Workshop da Rede Microbiana pretende capacitar e integrar os curadores de coleções e membros da rede e discutir questões como o potencial do uso de micro-organismos no agronegócio, as leis e normas de intercâmbio e uso de recursos genéticos microbianos e sistemas de qualidade em coleções de micro-organismos.

Antes de começar o evento, no dia 8, às 14 horas, os participantes do workshop visitam as coleções de micro-organismos da Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza – CE), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O workshop é voltado a curadores da rede microbiana, pesquisadores da Embrapa e curadores de coleções de outras instituições parceiras. O evento é realizado pela Embrapa Agroindústria Tropical, Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília – DF) e Embrapa Clima Temperado (Pelotas – RS).

O evento contará com as presenças do diretor da Embrapa, Geraldo Eugênio França; do chefe-geral da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Mauro Carneiro; do chefe-geral da Embrapa Clima Temperado, Waldyr Stumpt Junior; do chefe-geral da Embrapa Agroindústria Tropical, Vitor Hugo de Oliveira; do gestor do Macroprograma 1 da Embrapa, Jefferson Costa; além de pesquisadores das Unidades da Embrapa e de parceiros da rede.

Sobre a Rede Microbiana
A rede promove a integração de coleções de micro-organismos entre as unidades da Embrapa e instituições parceiras, contemplando micro-organismos de interesse ao agronegócio, tais como: agentes microbianos para o controle biológico de pragas, bactérias fixadoras de nitrogênio, micro-organismos biodegradadores e remediadores ambientais, micro-organismos de interesse para a agroindústria, assim como os patógenos de plantas e animais.

O foco da Rede de Recursos Genéticos Microbianos é a prospecção da biodiversidade, manutenção das coleções biológicas e organização da informação, garantindo diversidade de material genético (germoplasma) microbiano para estudos de aplicações no agronegócio e outros setores produtivos relacionados.

A rede está inserida na Plantaforma Nacional de Recursos Genéticos da Embrapa, que é gerenciada pela Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia. Conta com sete projetos componentes que agregam coleções pela função e uso dos micro-organismos.

As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink