Referência global sobre energias renováveis tem capítulo sobre etanol
CI
Agronegócio

Referência global sobre energias renováveis tem capítulo sobre etanol

A obra, lançada no início de julho deste ano pela editora britânica Elsevier
Por:
A história de sucesso do etanol brasileiro ganhou um capítulo exclusivo em um dos oito volumes do livro “Comprehensive Renewable Energy”, publicação de mais de quatro mil páginas que explora diferentes fontes de energias renováveis como alternativas para substituição dos combustíveis fósseis. A obra, lançada no início de julho deste ano pela editora britânica Elsevier, custa cerca de R$ 6 mil e teve a participação de 150 colaboradores e especialistas de diferentes países e setores da indústria energética, entre eles o diretor de Comunicação Corporativa da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Adhemar Altieri.


Autor do capítulo sobre o etanol brasileiro publicado no volume “Biomass and Biofuel Production”, Altieri explica que o objetivo foi detalhar o histórico e a viabilidade comercial do biocombustível produzido a partir da cana, demonstrando por que ele é considerado o mais sustentável que existe. “Ao relatar a evolução histórica, chegando à produção e utilização do etanol de cana em larga escala no Brasil, o texto reforça com dados estatísticos os benefícios sociais, ambientais e econômicos de todo o processo e mostra como o etanol pode ser importante para a diversificação da matriz energética de outros países,” afirma.

Nas páginas que abordam especificamente o caso de sucesso do biocombustível brasileiro, leitores de todo o mundo conhecerão passagens importantes para o desenvolvimento e a consolidação do setor sucroenergético no País. Dos primeiros passos do setor com a chegada da cana ao Brasil no Século 16 à criação do Proálcool, que em 1970 impulsionou a produção de etanol, o texto chega à introdução da tecnologia flex nos automóveis produzidos e comercializados no Brasil a partir de 2003, fato que deflagrou uma nova arrancada para o etanol e a própria indústria da cana-de-açúcar.


Projetos voltados às melhores práticas agrícolas e trabalhistas do setor sucroenergético também são abordados, com destaque para iniciativas voltadas para garantir a sustentabilidade da produção canavieira no País, como o Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Cana-de-Açúcar, assinado em 2009 para identificar e padronizar as melhores práticas trabalhistas adotadas por empresas do setor. O papel do Projeto RenovAção, que desde 2009 já requalificou quase 5 mil cortadores de cana impactados pelo avanço da mecanização na lavoura da cana no Estado de São Paulo, também é explicado, assim como os avanços tecnológicos que vem definindo novos horizontes para o setor sucroenergético, diversificando o uso da cana para produtos que vão além do açúcar e do etanol, como a bioeletricidade, os bioplásticos e o querosene de aviação. Por fim, uma seção inteira do capítulo desconstrói mitos que associam a produção de cana ao desmatamento e à competição com a produção de alimentos.

Os oito volumes que integram o livro “Comprehensive Renewable Energy,” produzido somente na língua inglesa, abordam as seguintes fontes de energia: fotovoltaica, eólica, solar, células de combustível e hidrogênio, biomassa e biocombustíveis, hidroeletricidade, geotérmica e energia dos oceanos. Com referências a mais de 1.000 livros, revistas e artigos da internet sobre o tema, a obra é repleta de gráficos, ilustrações, fotos de projetos já existentes e resultados de pesquisas realizadas em diversas partes do mundo. A organização e alocação das informações nos respectivos volumes exigiu uma equipe de oito editores e um editor-chefe, trabalhando com textos elaborados por autores de 80 países.


O material produzido pela UNICA no volume “Biomass and Biofuel Production”, foi revisado por Dermot Roddy, professor de Energia na Universidade de Ciências de Newcastle, na Inglaterra (ING), e executivo por 20 anos na indústria petroquímica.

Para obter mais informações sobre a publicação, clique aqui.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink