Regiao Centro-Oeste deve ter o maior aumento na produção de grãos
CI
Agronegócio

Regiao Centro-Oeste deve ter o maior aumento na produção de grãos

Norte e Sudeste também poderão ter alta na produção, enquanto Sul e Nordeste apresentam queda
Por:
Norte e Sudeste também poderão ter alta na produção, enquanto Sul e Nordeste apresentam queda
O Centro-Oeste é a região que deve ter o maior aumento percentual na produção de grãos 11/12, de 23,9%, podendo atingir 70,319 milhões de toneladas ante aos 56,759 milhões de toneladas somados anteriormente. Os dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) na revisão de safra foram divulgados nesta quinta-feira (9).

As regiões Norte e Sudeste também estão com a produção em ritmo crescente, alcançando 9,3% e 12%, respectivamente. No ciclo 10/11 a produção de grãos do Norte fechou com 4,610 milhões de toneladas e pode finalizar a safra atual com 5,039 milhões de toneladas toneladas. Já a região Sudeste encerrou a produção da safra 10/11 com 17,693 milhões de toneladas, tendo a expectativa de produzir 19,807 milhões de toneladas no ciclo 11/12.

Em sentido oposto, as regiões Nordeste e Sul poderão ter uma queda significativa de 22% e 14%, respectivamente. "A forte estiagem registrada na região do semiárido nordestino causou perdas expressivas na pecuária e na agricultura. As culturas de feijão e de milho apresentam perdas superiores a 80%. No estado do Rio Grande do Norte, estima-se uma perda de 89,6% na produção de feijão e de 91,9% no milho", consta no levantamento.

Líderes por região

Mato Grosso é o estado do Centro-oeste que deve ter o melhor desempenho na safra, podendo alcançar 40,223 milhões de toneladas contra as 30,949 milhões de toneladas contabilizadas na safra 10/11. Goiás é a unidade federada que deve ter o segundo melhor resultado da região, passando de 16,126 milhões de toneladas para 18,411 milhões de toneladas.

No Sudeste, o estado de Minas Gerais tem a maior expectativa na safra 11/12 (12,142 milhões de toneladas), uma variação de 14% em comparação ao ciclo passado. No Norte, o Amazonas deve registrar o maior crescimento no volume de produção (54,3 mil toneladas).

Rendimento Médio

Na produtividade o primeiro lugar deve ficar com Sudeste (4,066 mil quilos por hectare), seguido do Centro-oeste (3.744 mil kg/ha) e do Sul do país (com 3,224 mil kg/ha).

Recorde

A safra 11/12 deve ser a maior dos últimos , estima a Conab. A produção está estimada em 165,92 milhões de toneladas e é 1,9% superior à obtida no período 10/11, quando atingiu 162,8 milhões de toneladas. Esse resultado representa um incremento de 3,12 milhões de toneladas.

O destaque na produção atual é o milho segunda-safra, que teve condições favoráveis da cultura nas áreas de maior produção, com um aumento de 71,7% ou o equivalente a 16,10 milhões de toneladas sobre a última safra, alcançando 38,56 milhões de toneladas. No ano passado foram colhidas 22,46 milhões de toneladas

IBGE

Na avaliação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a safra brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas em 2012 deve alcançar 163,3 milhões de toneladas. O resultado é 2% maior frente ao alcançado em 2011, que foi de 160,1 milhões de toneladas, e 1,6% acima do que o estimado em junho (160,7 milhões de toneladas).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink