Região do Vale do Caí (RS) realiza colheita de citros

Agronegócio

Região do Vale do Caí (RS) realiza colheita de citros

Entre as bergamotas, está quase finalizada a colheita da variedade Satsuma, originária do Japão, que é a mais precoce das frutas cítricas na região
Por: -Janice
2910 acessos
Na região do Vale do Caí, estão em colheita bergamotas, laranjas de ciclo precoce e a lima ácida variedade Tahiti. Entre as bergamotas, está quase finalizada a colheita da variedade Satsuma, originária do Japão, que é a mais precoce das frutas cítricas na região - o percentual de colheita é de 95%. O raleio das bergamotinhas verdes encaminha-se para o final, já estando concluído para as variedades Caí e Pareci, e em fase de conclusão para a variedade Montenegrina.


Entre as laranjas, estão em colheita as variedades Céu Precoce, Seleta, Shamouti e Umbigo Bahia. A colheita da laranja Céu Precoce atingiu 25% da área plantada e da Umbigo variedade Bahia, 15%. A laranja Shamouti, de origem israelense, está com grande ampliação nas áreas de cultivo na região do Vale do Caí, principalmente em razão da resistência ao Cancro Cítrico.


No Planalto e Médio Alto Uruguai, o desenvolvimento dos pomares de laranjas e bergamotas é considerado muito bom pelos técnicos da Emater/RS-Ascar. Há expectativa de excelente produção, na medida em que o clima está favorecendo o desenvolvimento dos citros. Na região Serrana, segue a colheita das variedades precoces, melhorando paulatinamente as características visuais, principalmente coloração, bem como as qualidades internas dos frutos, destacando-se a doçura. Todas as espécies e variedades apresentam considerável retardo na maturação.


As informações são da assessoria de imprensa da Emater/RS-Ascar.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink