Região Sul amplia produção de feijão
CI
Agronegócio

Região Sul amplia produção de feijão

Mais de 50% da quantidade consumida no Brasil será produzida no PR, SC e RS
Por:

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), ligada ao Ministério da Agricultura, divulgou na semana passada levantamento que aponta a Região Sul como responsável por mais de 50% do feijão a ser consumido pelos brasileiros entre janeiro e março de 2009. Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul devem aumentar a produção entre 14,1% e 18,6%, colhendo entre 719,9 e 748,9 mil toneladas do grão.

A estimativa foi feita para os primeiros três meses do próximo ano porque o feijão é uma cultura de ciclo curto, plantado três vezes a cada ano-safra. A produção nacional na primeira safra, segundo a Conab, será de 1,39 a 1,43 milhão de toneladas. A área plantada deve apresentar crescimento de 8,6% a 11,6% em relação ao ciclo anterior.

Em nota da estatal, o analista João Ruas explicou que a expansão se deve, principalmente, aos bons preços obtidos e ao reajuste de 65,2% no preço mínimo do produto, estabelecido pelo governo federal e que garante renda ao produtor. O feijão é o grão com melhor rentabilidade atualmente. Se na safra passada ele perdeu um pouco de área para o milho no Sul, desta vez, os agricultores da região voltaram a apostar no produto, afirmou.

O Paraná, principal produtor nacional, deve apresentar o maior crescimento de área, entre 18% e 23% em relação última safra, o que representa de 51,6 a 65,9 mil hectares a mais plantados. O plantio do feijão (primeira safra) é feito entre agosto e dezembro e a colheita pode se estender até março, dependendo do lugar.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.