Reunião de Validação atualiza Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) para milho no Amapá
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
MILHO

Reunião de Validação atualiza Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) para milho no Amapá

A transmissão virtual será nesta terça-feira, 14/07, às 9 horas (horário de Brasília)
Por:

A transmissão virtual será nesta terça-feira, 14/07, às 9 horas (horário de Brasília) pelo link conferenciaweb.rnp.br/webconf/zarc

O Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para o cultivo de milho no estado do Amapá será atualizado durante Reunião de Validação na manhã dessa terça-feira, 14 de julho, durante transmissão virtual realizada pelo Banco Central, Embrapa e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O método Zarc indica os períodos favoráveis para plantio/semeadura por cultura e por município, levando em conta as características do clima, o tipo de solo e ciclo de cultivares. É útil para o produtor evitar que adversidades climáticas coincidam com as fases sensíveis das culturas e reduza perdas agrícolas.

A tecnologia do Zarc foi lançada em 1996. É coordenada pelo Ministério da Agricultura a partir de metodologia desenvolvida pela Embrapa. É de fácil entendimento e adotada por produtores rurais, agentes financeiros e demais usuários, inclusive pode ser acessada pelo aplicativo Plantio Direto (disponível no Google Play e App store). A Reunião de Validação será coordenada pelo pesquisador Aryeverton Fortes de Oliveira, da Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP) e conduzida pelo pesquisador Fernando Macena, da Embrapa Cerrados (DF), pela chefe-geral substituta da Embrapa Amapá, Jamile da Costa Araújo, e pelo chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Amapá, Adilson Lopes Lima.

As culturas de feijão-caupi, milho e soja no estado do Amapá foram incluídas no Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) pelo Ministério da Agricultura no início de 2018. Por meio de metodologia conduzida pela Embrapa, foram identificados os graus de riscos para cultivo das três culturas nos 16 municípios do estado. No caso do Amapá, o estado apresenta ambiguidade em relação ao clima. Ocorrem riscos de perdas na produção por excesso de chuva ou de seca. Por isso, é preciso encontrar a “janela” correta para realização dos plantios e minimizar riscos. A época ou janela de plantio depende do clima, solo e da cultura e do cultivo (ciclo em dias). 

O Zarc, enquanto projeto liderado pela Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP), é uma ferramenta fundamental para apoiar o produtor rural no planejamento e execução de atividades agrícolas. Também é referência para o agricultor obter benefícios do Programa de Garantia de Atividade Agropecuária (Proagro) e para o Seguro Rural. Recebe revisão anual e é publicado na forma de portarias, no Diário Oficial da União e no site do Ministério da Agricultura contendo a relação de municípios indicados ao plantio e seus respectivos calendários de plantio ou semeadura. Os resultados também são disponibilizados por meio do aplicativo Plantio Certo. Atualmente, os estudos de zoneamentos agrícolas de risco climático contemplam 40 culturas, sendo 15 de ciclo anual e 24 permanentes, além do zoneamento para o consórcio de milho com braquiária, alcançando 24 Unidades da Federação. 

Serviço

Reunião de Validação do Zarc para milho no Amapá

Data: 14/07/2020 (terça-feira)

Hora: 9h às 12h (horário de Brasília).

Local / acesso: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/zarc

Abertura: Jamile da Costa Araújo - chefe-geral Substituta da Embrapa Amapá

Apresentação: Fernando Macena – Embrapa Cerrado (DF)

Resultados: Adilson Lopes Lima – chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Amapá


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink