Reunião no Mapa definirá medidas para regulamentar ZAV

Agronegócio

Reunião no Mapa definirá medidas para regulamentar ZAV

Ao todo 13 municípios compõem a ZAV no Mato Grosso do Sul
Por:
565 acessos
A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) participa nesta terça-feira (15), no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em Brasília, de uma reunião para definir as medidas que serão tomadas após o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) da Zona de Alta Vigilância (ZAV) como região livre da aftosa com vacinação. A reunião terá participação do diretor secretário da Famasul, Dácio Queiroz, do presidente do Sindicato Rural de Ponta Porã, Jean Pierre Martins, e representantes da Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Mato Grosso do Sul (SFA) e da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro/MS).


“A quarentena dificulta a vida do produtor. Com o reconhecimento, esse procedimento não deve continuar. Esperamos que as medidas adotadas sejam possíveis de serem executadas pelos produtores rurais”, assinala o médico veterinário da Famasul, Horácio Tinoco, que irá participar amanhã da reunião. Além de não terem que deixar os animais permanecer em esquema de quarentena para transitar fora da região da fronteira, os produtores rurais esperam que com o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), não seja mais necessário realizar teste sorológico nos bovinos e búfalos localizados na fronteira. Entretanto, deve continuar acontecendo o controle intensivo do trânsito.


A ZAV de Mato Grosso do Sul foi reconhecida pela OIE como livre de febre aftosa com vacinação no dia 4 de fevereiro, quando o Estado passou a ter um status único de classificação. Em 2001, MS já havia alcançado o status de livre de febre aftosa com vacinação, porém com o surgimento de um foco da doença, em 2005, o organismo internacional decidiu suspender esse reconhecimento..


Ao todo 13 municípios compõem a ZAV: Antônio João, Aral Moreira, Bela Vista, Caracol, Coronel Sapucaia, Corumbá, Japorã, Ladário, Mundo Novo, Paranhos, Ponta Porá, Porto Murtinho e Sete Quedas. Os municípios fazem fronteira com o Paraguai e a Bolívia. Nessa região, existem cerca 800 mil cabeças de gado.


Na sexta-feira (18), a Famasul reunirá na sede da Casa Rural representantes de produtores da ZAV para repassar as medidas definidas na reunião de amanhã, bem como o calendário de vacinação da região.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink