Revisão

Revisão para cima da área de milho de segunda safra no país

Semeadura do milho de inverno foi concluída no final de março no país
Por:
711 acessos

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou no dia 10 de abril o sétimo levantamento da safra brasileira de grãos 2017/18.

Com relação ao milho de primeira safra, a área foi revisada para cima em relação ao relatório anterior, atingindo 5,06 milhões de hectares neste ciclo, mas ainda é 7,7% menor que na safra 2016/17.

A Conab estima uma produtividade de 5.058 kg/ha, sendo 9,0% menor na comparação com a safra passada. Diante disso, a produção, ainda que superior ao último levantamento, é 16,0% menor na variação anual (25,60 milhões de toneladas).

A Scot Consultoria estima que entre 70,0% e 80,0% do milho de verão foi colhido no país até então.

Para o milho de segunda safra, também houve revisão para cima da área, estimada em 11,55 milhões de hectares, mas ainda assim, é 4,6% menor que o registrado na safra passada.

A produtividade esperada não sofreu alterações frente ao último levantamento (5.458 kg/ha), sendo 1,9% menor na comparação com 2016/17.

Apesar da revisão para cima da área, a produção esperada de 63,02 milhões de toneladas é 6,5% menor que a do ano anterior. 

A semeadura do milho de inverno foi concluída no final de março no país.

Em curto e médio prazos, o clima e a situação das lavouras de milho de segunda safra ditaram o ritmo do mercado. Continuam no radar, o monitoramento do dólar e situação na Argentina.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink