Revisão para cima da área de milho de segunda safra no país

Revisão

Revisão para cima da área de milho de segunda safra no país

Semeadura do milho de inverno foi concluída no final de março no país
Por:
715 acessos

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou no dia 10 de abril o sétimo levantamento da safra brasileira de grãos 2017/18.

Com relação ao milho de primeira safra, a área foi revisada para cima em relação ao relatório anterior, atingindo 5,06 milhões de hectares neste ciclo, mas ainda é 7,7% menor que na safra 2016/17.

A Conab estima uma produtividade de 5.058 kg/ha, sendo 9,0% menor na comparação com a safra passada. Diante disso, a produção, ainda que superior ao último levantamento, é 16,0% menor na variação anual (25,60 milhões de toneladas).

A Scot Consultoria estima que entre 70,0% e 80,0% do milho de verão foi colhido no país até então.

Para o milho de segunda safra, também houve revisão para cima da área, estimada em 11,55 milhões de hectares, mas ainda assim, é 4,6% menor que o registrado na safra passada.

A produtividade esperada não sofreu alterações frente ao último levantamento (5.458 kg/ha), sendo 1,9% menor na comparação com 2016/17.

Apesar da revisão para cima da área, a produção esperada de 63,02 milhões de toneladas é 6,5% menor que a do ano anterior. 

A semeadura do milho de inverno foi concluída no final de março no país.

Em curto e médio prazos, o clima e a situação das lavouras de milho de segunda safra ditaram o ritmo do mercado. Continuam no radar, o monitoramento do dólar e situação na Argentina.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink