Rio Grande do Norte inaugura incubadora genética
CI
Agronegócio

Rio Grande do Norte inaugura incubadora genética

Unidade vai promover o melhoramento do gado e elevar produtividade de carne e leite
Por:
Unidade vai promover o melhoramento do gado e elevar produtividade de carne e leite

Natal - A pecuária potiguar passa a contar com uma estrutura para o melhoramento genético do gado de leite e corte do estado. O Sebrae no Rio Grande do Norte, em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), de Currais Novos, criou a Incubadora Tecnológica de Melhoramento Genético da Bovinocultura.

O objetivo da iniciativa é elevar o padrão dos animais criados no estado e aumentar a produtividade da carne e do leite . O lançamento da incubadora foi realizada nesta terça-feira (13), em Natal. A unidade entrou em funcionamento no mesmo dia, no campus do IFRN, em Currais Novos.

O pró-reitor de Pesquisa e Inovação do instituto, José Yvan Leite, enfatizou a importância da ligação entre as pesquisas realizadas na educação superior e o mercado. “Acreditamos que não existe sociedade desenvolvida sem atrelar o conceito de ensino e extensão a pesquisas inovadoras”, disse.

O veterinário do grupo Monte Verde, Júlio Moura, fez uma apresentação sobre os resultados que o melhoramento genético pode trazer para a pecuária. A empresa atua no ramo há mais de 25 anos e tem fazendas em Minas Gerais, Rio de Janeiro e Mato Grosso. Segundo ele, com métodos de inseminação artificial, por exemplo, uma matriz que gera uma bezerra por ano chega a procriar 50 cabeças no mesmo período. Selecionamos doadoras que estão no melhor nível exigido pelo mercado. Associadas à nutrição e ao manejo, as técnicas de melhoramento genético proporcionam excelentes ganhos”, disse. Para o especialista, o país só melhorará a produtividade nos pastos com difusão de tecnologia. “É preciso propagar. Tecnologias de portas trancadas não servem para nada”, afirmou.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Rio Grande do Norte, Sílvio Bezerra, destacou as conquistas da instituição em 2011, como a ampliação do teto para enquadramento no Simples. “Foi uma decisão da governadora que poderá atrair empresas de estados vizinhos para o Rio Grande do Norte. E é isso que queremos”, disse.



Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.