Rio Grande do Sul terá código sanitário

Agronegócio

Rio Grande do Sul terá código sanitário

Os gaúchos podem contar com o Código de Defesa Sanitária Agropecuária
Por:
5 acessos

O Rio Grande do Sul deve passar a contar, ainda neste semestre, com o Código de Defesa Sanitária Agropecuária. O documento, elaborado por técnicos do ministério e da secretaria da Agricultura, está com o secretário João Carlos Machado e será encaminhado pelo governo à Assembléia Legislativa. O coordenador da Frenteagro, deputado Jerônimo Goergen, informou que o projeto será remetido à Comissão de Constituição e Justiça e deve ser votado nos próximos meses.

A elaboração do código foi um dos pontos positivos apontados por técnicos do Ministério da Agricultura (Mapa) que auditaram a defesa sanitária animal do Estado. O plano de capacitação dos 350 veterinários do sistema oficial, a partir de agosto, também foi elogiado. A modesta informatização das Inspetorias Veterinárias e Zootécnicas (IVZs) continua sendo a falta mais grave da defesa, informou o chefe da divisão de sanidade agropecuária do Mapa no Rio Grande do Sul, Bernardo Todeschini.

Os técnicos que vieram auditar o RS para a adesão ao Plano Nacional de Prevenção à Influenza Aviária e Controle da Doença de Newcastle destacaram positivamente o sistema de georreferenciamento, a educação sanitária e o treinamento dos profissionais do sistema oficial e privado.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink