Agronegócio

Rizicultores de Gaspar (SC) finalizam plantio de safra

Por:
1549 acessos
O mês de setembro terminou e com ele chegou ao fim, no município, o plantio da safra 2013-2014 do arroz. Apenas alguns rizicultores, das áreas mais altas da cidade, finalizam o processo. É o caso do agricultor Cláudio Graciola, de 49 anos, que cultiva o cereal no bairro Gasparinho. “Já finalizei o plantio e agora estou colocando os insumos, como adubos e fertilizantes, na plantação”, disse.


Desde criança o rizicultor ajudava os pais no plantio e agora exerce a atividade sozinho. É ele quem cuida dos 13 hectares de área plantada da família. “Minha esposa trabalha como costureira. Caso contrário, não teríamos como nos manter na rizicultura”, disse. A produção de Cláudio rende entre 1800 e 2 mil sacas de arroz. A expectativa é começar a colher o cereal no fim do mês de janeiro.


Apesar das dificuldades, a rizicultura ainda tem espaço na região. Para o preço da saca, de fato, não há muitas expectativas de aumento então, conforme explica o engenheiro agrônomo da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), Josi Prestes, o agricultor precisa tornar a produção mais lucrativa. A orientação é usar as tecnologias disponíveis e os insumos adequados, além de agregar valor às arrozeiras.


“Em Gaspar, nos últimos anos, muitos dos produtores que cultivavam o arroz em pequenas áreas arrendaram os seus terrenos. Então a produção no município se manteve, mas o número de produtores que plantam o arroz diminuiu bastante”, afirma. Hoje, são 403 propriedades na cidade, sendo que o número de rizicultores é de aproximadamente 140. Ao todo, são 3.350 hectares de área plantada, resultando em uma produtividade de 144,8 sacos por hectare. Já na ressoca - quando 74,4% da produção pode ser reaproveitada, esta produtividade cai para 52,4 sacas.


A inundação que recentemente atingiu a cidade não prejudicou as arrozeiras. “Algumas áreas ficaram com o arroz submerso, mas em nenhuma propriedade foram verificados danos”, explica.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink