Robô usa aprendizado de máquina para colher alface
CI
INOVAÇÃO

Robô usa aprendizado de máquina para colher alface

Maior dificuldade ainda é o tempo de colheita
Por: -Leonardo Gottems

Um robô de coleta de vegetais que usa aprendizado de máquina para identificar e colher uma cultura agrícola comum, mas desafiadora, foi desenvolvido por engenheiros. O 'Vegebot', criado por uma equipe da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, foi inicialmente treinado para reconhecer e colher alface em laboratório. 

Ele já foi testado com sucesso em uma variedade de condições de campo em cooperação com a G's Growers, uma cooperativa local de frutas e vegetais. Embora o protótipo não seja nem de longe tão rápido nem eficiente como um trabalhador humano, ele demonstra como o uso da robótica na agricultura pode ser expandido, mesmo para culturas como a alface iceberg, que são particularmente difíceis de serem colhidas mecanicamente. Os resultados foram publicados no Journal of Field Robotics. 

Culturas tais como batatas e trigo foram colhidas mecanicamente em escala durante décadas, mas muitas outras culturas resistiram até à data à automatização. A alface americana é uma dessas culturas. Embora seja o tipo mais comum de alface cultivada no Reino Unido, o produto é facilmente danificado e cresce relativamente plano em relação ao solo, apresentando um desafio para as colheitadeiras robóticas. 

"Cada campo é diferente, cada alface é diferente", disse o coautor Simon Birrell, do Departamento de Engenharia da Universidade Cambridge. "Mas se podemos fazer uma colheitadeira robótica trabalhar com alface americana, poderíamos também fazê-la funcionar com muitas outras culturas", finaliza. 

O Vegebot primeiro identifica a cultura 'alvo' dentro de seu campo de visão, então determina se uma determinada alface está saudável e pronta para ser colhida e, finalmente, corta a alface do resto da planta sem esmagá-la para que fique pronta para o supermercado. "Para um ser humano, todo o processo leva alguns segundos, mas é um problema realmente desafiador para um robô", disse Josie Hughes, coautor. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.