Rodada técnica apresenta boas práticas de semeadura

Agronegócio

Rodada técnica apresenta boas práticas de semeadura

O professor doutor Paulo Dejalma Zimmer, da UFPel, fará palestras sobre a plantabilidade nas lavouras de soja
Por:
857 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

A produtividade potencial das lavouras não depende apenas de sementes de qualidade. A qualidade da semeadura contribui para bons resultados da soja no campo. O Circuito Tecnológico Etapa Soja, realizado em outubro, avaliou a plantabilidade em 219 propriedades, verificando a distribuição de sementes por metro com a precisão de semeadura, considerando o sistema de distribuição e velocidade de semeadura.

“As equipes verificaram que ainda há muito desafio entre o que é planejado e o que é executado durante o plantio”, afirma Eduardo Vaz, analista de Defesa Agrícola da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja). Para estimular as boas práticas na qualidade de plantio, a associação realiza uma rodada técnica de sementes com o professor doutor Paulo Dejalma Zimmer, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) nos dias 23 e 24 de novembro.

Os encontros intitulados Rodada Técnica de Sementes, Inventários de Pós-Plantio ocorrerão em Diamantino, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sorriso nesta semana. Primavera do Leste receberá o evento no dia 02 de dezembro. As palestras terão dois momentos, uma teórica, com trocas de informações e explicações, e outra prática, a campo. O público alvo são produtores rurais e técnicos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink