Rodrigues discute em São Paulo medidas de controle da morte dos citros


Agronegócio

Rodrigues discute em São Paulo medidas de controle da morte dos citros

Por: -Admin
55 acessos

Na próxima sexta-feira (07/02), às 10h, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, participa no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo, de uma reunião com toda a cadeia produtiva da citricultura para discutir um plano de controle da Morte Súbita dos Citros (MSC).

Ontem (04/02), representantes do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus) apresentaram ao ministro as sugestões do setor para combater a doença, que está atacando pomares em São Paulo e Minas Gerais. O trabalho inclui contratação de pessoal para a inspeção de 220 milhões de plantas, identificação da doença e sua forma de evolução.

A estratégia de combate à doença apresentada pelo Fundecitrus ao ministro Roberto Rodrigues envolve três frentes: pesquisa sobre a realidade dos pomares, plano científico de trabalho e divulgação do plano de controle junto à cadeia produtiva. Segundo o presidente do Fundecitrus, Hans Georg Krauss, algumas evidências apontam que a doença pode ser causada por uma variante do vírus da Tristeza dos Citros, doença que atingiu pomares na década de 40 e dizimou grande parte da produção brasileira.

A preocupação do governo e dos produtores é com a velocidade com que a MSC ataca os pomares. No primeiro levantamento da doença feito entre junho e setembro do ano passado haviam 330 mil plantas doentes. Atualmente, há indicações de que num parque de 13 milhões de plantas, cerca de 1 milhão estejam com o vírus. O prejuízo é de aproximadamente US$ 20 milhões. Após a planta apresentar os sintomas, a morte pode ocorrer de duas a três semanas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink