Rondonópolis reassume posição de maior exportador de MT

Soja

Rondonópolis reassume posição de maior exportador de MT

Exportações de Rondonópolis durante o ano de 2018 totalizaram US$ 1,318 bilhão
Por:
544 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

O município de Rondonópolis reassumiu a primeira posição no ranking das cidades que mais exportam no estado de Mato Grosso. Rondonópolis já liderou esse ranking no passado, mas nos últimos anos havia sido superada pela cidade de Sorriso, sendo que em 2018 a cidade polo da região sul/sudeste do estado reassumiu a posição de maior exportadora de Mato Grosso.

As exportações de Rondonópolis durante o ano de 2018 totalizaram US$ 1,318 bilhão, o que é equivalente a 12,8% das exportações de Mato Grosso e colocaram o município como o 39º maior exportador do país. No mesmo período, as importações da cidade chegaram a US$ 631 milhões, gerando um saldo positivo na balança comercial de US$ 687 milhões. Esse valor importado coloca o município como o maior importador de Mato Grosso, sendo responsável por 39,6% das importações do estado, o que o coloca na 67ª posição entre os maiores importadores do país.

As tortas e outros resíduos sólidos de soja são responsáveis por 67% do volume exportado, enquanto a soja propriamente dita foi responsável por 13% das exportações do município. O milho foi responsável por 9,6% do total exportado, enquanto a carne bovina foi responsável por 2% e o óleo de soja foi responsável por 1,5% do total exportado por Rondonópolis.

Entre os países que compraram a produção da cidade, a Tailândia, país do sudeste asiático, foi o destino para onde foram 25% das nossas exportações, enquanto a Indonésia comprou 20% da produção local. A China foi o destino de 13% das nossas exportações e os Países Baixos (Holanda) ficaram com 9,7%, Irã com 7,3% 3 o Vietnã com 5,7% das nossas exportações.

Por outro lado, Belarus, país da Europa Oriental, foi o país de onde mais compramos, ficando com 15% do total de nossas importações, enquanto a Rússia ficou com 13% das nossas importações, Canadá com 12%, China com 11%, Marrocos com 8,1% e Estados Unidos com 7%. Os produtos importados são em sua maioria, cerca de 90% do total, adubos usados no plantio da soja e do milho.

As exportações de Sorriso em 2018 bateram na casa dos US$ 1,036 bilhão, pouco mais de US$ 280 milhões a menos que Rondonópolis. Já em 2017, as exportações de Rondonópolis ficaram em US$ 1,021 bilhão, enquanto Sorriso exportou US$ 1,553 bilhão. Cuiabá exportou no ano passado mais de US$ 1,043 bilhão, ficando na segunda posição no ranking.

Em 2018, o estado de Mato Grosso exportou um total de US$ 16,1 bilhões, o equivalente a 6,7% das exportações do país no período, o que colocou o estado em 6º lugar entre os estados que mais exportaram no Brasil em 2018.

No mesmo ano, Mato Grosso importou US$ 1,5 bilhão, ou 0,9% do total importando pelo país no ano, acumulando um saldo positivo na sua balança comercial de US$ 14,6 bilhões. Esses dados o colocam na 15ª posição entre os estados importadores.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink