Roraima: Venda de vacinas mostra êxito da 32ª Etapa de Campanha

Agronegócio

Roraima: Venda de vacinas mostra êxito da 32ª Etapa de Campanha

Os números que comprovam esse êxito vêm dos dados de revenda de vacinas pelo comércio
Por:
2410 acessos

Os números que comprovam esse êxito vêm dos dados de revenda de vacinas pelo comércio

A 32ª etapa de Campanha de Vacinação contra Aftosa encerrada na última segunda-feira, dia 31, é considerada pelos técnicos da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima) como a melhor já realizada. De acordo com os dados de revenda foram vendidas 908.780 vacinas, para um rebanho de 780 mil animais.

Os números que comprovam esse êxito vêm dos dados de revenda de vacinas pelo comércio. A quantidade vendida está acima do rebanho notificado pela Aderr em Roraima. As lojas agropecuárias do Interior, segundo os técnicos, bateram recordes de venda e deixou os comerciantes satisfeitos com os negócios realizados durante a campanha. “O comerciante não acreditava que era um bom negócio”, observou o responsável pela coordenação do Programa, Sylvio Botelho.

A iniciativa empreendedora por parte dos lojistas do Interior, aliada ao trabalho de técnicos e produtores, foi importante para se atingir essa meta. Antes eles não comercializavam, porque não acreditavam no trabalho das campanhas da Aderr e não queriam investir em equipamentos para conservação e cuidados.

Hoje, essa visão de comércio mudou, e os donos de lojas agropecuárias resolveram apostar no segmento de vendas de vacinas contra aftosa. O resultado foi bom. Em Rorainópolis foram vendidas 82.840 doses para um rebanho de 60 mil. No Município de Caroebe foram adquiridas pelos pecuaristas 66 mil doses para um rebanho de 63.453 animais.

“O pecuarista comprava as vacinas aqui em Boa Vista, mas com a disponibilidade no Interior, eles passaram a adquirir a vacina no próprio município de sua propriedade. Isso por que as agropecuárias do interior estão acreditando no trabalho. Estão se adequando com geladeiras para conservar os produtos”, destacou Sylvio.

NÚMEROS FINAIS

O presidente da Aderr, Vicente Barreto, ressaltou que os dados totais ainda não foram fechados. O que se tem são os números das revendas das vacinas fornecidas pelos comerciantes, que confrontados com os números oficiais do cadastro pecuário se projeta uma estimativa.

“A gente precisa esperar que as Unidades Agropecuárias [UDAs] entreguem seus relatórios para que a gente tenha os dados precisos, inclusive com os inadimplentes, que tiveram nessa etapa. Mas, o número de revenda mostra que o produtor está mais consciente da necessidade de imunizar o rebanho”, disse Vicente.

 

 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink