Rossi admite falha na ajuda ao arroz

Agronegócio

Rossi admite falha na ajuda ao arroz

Ministro criticou agentes envolvidos na comercialização do grão por falta de solidariedade
Por:
1472 acessos

O ministro da Agricultura, Wagner Rossi, admitiu nesta quinta-feira (14) que, apesar das tentativas, as intervenções do governo, como os leilões de PEP, não têm sido efetivos para provocar reação de preços dos arroz, atualmente abaixo de R$ 17,00 no RS. "Temos toda a disposição de ajudar, mas não encontramos uma forma de dar segurança à cadeia do arroz", afirmou, ao chegar à vice-presidência da República para tratar com outros ministros e com o presidente em exercício, Michel Temer, do novo Código Florestal. Ao encontrar um grupo de arrozeiros, trabalhadores rurais e parlamentares que levaram o problema a Temer, Rossi criticou agentes envolvidos na comercialização do grão por falta de solidariedade. Sobre a possibilidade de usar o arroz para a produção de álcool, uma das propostas levadas a Temer pelo grupo, o ministro disse ser possível, mas que não geraria resultados agora.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink