Rota dos Butiazais faz seminário técnico para valorização cultural e ambiental

Agronegócio

Rota dos Butiazais faz seminário técnico para valorização cultural e ambiental

A partir da oficialização da Rota dos Butiazais foi programada a realização de seminários técnicos sobre a cultura como apoio científico ao projeto.
Por:
701 acessos

A partir da oficialização da Rota dos Butiazais - rota turística de valorização da biodiversidade associada aos butiazais e butiás no Rio Grande do Sul, no Uruguai e na Argentina - em novembro de 2015, foi programada a realização de seminários técnicos sobre a cultura como apoio científico ao projeto. Neste ano estão programados dois eventos regionais e um internacional. O primeiro evento acontece nesta terça-feira (5/07), I Seminário Técnico da Rota dos Butiazais, no auditório da Educação Ambiental da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul (FZB), durante todo o dia, em Porto Alegre/RS.
 
Os pesquisadores Rosa Lia Barbieri e Enio Sosinski Junior, da Embrapa Clima Temperado (Pelotas,RS) estão à frente da programação que vai tratar sob o tema Butiás: do colchão de crina à Rota dos Butiazais. Para Enio a realização dos seminários foi pensada para promover um espaço de discussão sobre os problemas de conservação e uso dos butiazais. "Vamos propor seminários em locais distintos, com públicos distintos, mas importantes para a Rota dos Butiazais", disse Rosa Lia. Para ela é uma boa oportunidade de articular diferentes municípios e diferentes instituições que possam dar fortes subsídios na construção técnica da proposta da rota turística.
 
Após o seminário em Porto Alegre, o segundo, acontece em Santa Vitória do Palmar, em 10 de setembro. Já o Seminário Internacional está agendado para os dias 9 e 10 de agosto, na Província de Entre Ríos (Argentina), no Parque Nacional EL Palmar, com 8.500 hectares de biodiversidade preservada.
 
Programa do I Seminário
 
O evento começa às 9h e terá sua manhã dedicada à cultura do butiá propriamente, onde serão apresentados assuntos referentes as diferentes espécies, o manejo nos butiazais e as regras para certificação ambiental do extrativismo, transporte e comercialização do fruto. À tarde, o tempo de discussão será a troca de experiências entre parceiros, onde a Universidad de La República do Uruguai, o projeto RS Biodiversidade, os territórios da cidadania e representantes de municípios produtores de butiá como Tapes, Santa Vitória do Palmar e Giruá irão compor novos conhecimentos técnicos. Durante todos os intervalos de café serão oferecidos produtos de frutas nativas, incluindo logicamente o butiá. O almoço será também promovido pela Cadeia Solidária das Frutas Nativas, servido aos primeiros 65 participantes do evento. Mais de cem participantes estão inscritos no Seminário.
 
O Seminário técnico é uma promoção dos Ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e do Meio Ambiente, além da Embrapa Clima Temperado e Fundação Zoobotânica do RS. 
 
A Rota dos Butiazais
 
Ao assinar o Termo de Execução Descentralizada (TED) para a implantação da Rota dos Butiazais, um programa turístico em planejamento, pela  Embrapa Clima Temperado, Sindicato Rural de Tapes/RS e Ministério do Meio Ambiente (MMA), ficou estabelecido o envolvimento dos municípios de Pescaria Brava, em Santa Catarina; Torres, Vacaria e Pinhal da Serra, na divisa dos Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul; Passo Fundo, Giruá, Quaraí, Barra do Ribeiro, Barão do Triunfo, Tapes, Pelotas, Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul; Castillos, Rocha, San Luís, no Uruguai; e Entre Ríos, na divisa do Uruguai e da Argentina neste projeto. 
 
O chefe-geral da Embrapa Clima Temperado, Clenio Pillon, define a proposta como inovadora pelo fato de conectar a biodiversidade à oferta de outros serviços como turismo, gastronomia, artesanato e ecologia de paisagem. A parceria prevê investimento na ordem dos 300 mil reais, que une conservação, valorização cultural e geração de renda no Bioma Pampa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink