RS: açudes dão mais segurança na produção na Serra
CI
Imagem: Divulgação
AGRONEGÓCIO

RS: açudes dão mais segurança na produção na Serra

135 propriedades rurais de 12 municípios da Serra Gaúcha irão contar com açudes para reservação de água
Por:

Até o final deste ano, 135 propriedades rurais de 12 municípios da Serra Gaúcha irão contar com açudes para reservação de água. Eles estão sendo construídos com incentivo do Programa de Apoio à Ampliação da Infraestrutura Rural, da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), e associados à irrigação irão propiciar o incremento da produtividade e a disponibilidade de água em períodos de estiagem.

O agricultor Valter Riboldi, de São Marcos, é um dos 10 beneficiados no município. Ele tem cerca de seis hectares de parreiras e pretende utilizar a água do açude para garantir esta produção. "Ultimamente não está fácil por causa da falta de água e, assim, a gente agora parece que fica mais aliviado fazendo um açude. Eu achei muito bom isso, que vai nos ajudar muito na agricultura para termos água", afirma Riboldi.

O presidente da Emater/RS, Geraldo Sandri, que esteve visitando esta e outras propriedades onde foram construídos açudes, destaca a amplitude do programa, que abrange todo o Estado, e a importância dessa medida para mitigar efeitos da estiagem. "Estamos muito felizes nestas visitas, comprovando a eficácia e o grande resultado que isso vai trazer para as propriedades. E a Emater também vai fazer esse trabalho de orientar na questão das tecnologias de irrigação para se gastar pouca água e ter um resultado importante", salientou.

Em Flores da Cunha, 12 propriedades foram contempladas pela política pública. O agricultor Fabiano Verdi possui quatro hectares de parreiras, já com sistema de irrigação por gotejamento instalado, e 1,5 hectares de laranjeiras. A água reservada no açude irá servir para irrigar as frutíferas.

Para o prefeito de Flores da Cunha, Lídio Scortegagna, o programa do Estado fortalece a agricultura familiar e é um incentivo para a permanência dos jovens no meio rural. "Esse tipo de incentivo é o que a gente busca mais hoje na agricultura, é o que representa a nossa permanência ainda no campo, de poder continuar focando naquilo que a gente faz, mas com uma segurança a mais, de poder ter uma garantia de produção", reforça Verdi.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink