RS: cerca de 8.500 t de milho abastece estado para atendimento ProVB
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,780 (-0,32%)
| Dólar (compra) R$ 5,35 (2,30%)

Imagem: Marcel Oliveira

AGRICULTURA

RS: cerca de 8.500 t de milho abastece estado para atendimento ProVB

Cerca de 8.500 toneladas de milho vão reforçar o estoque do Programa Vendas em Balcão (ProVB), no Rio Grande do Sul.
Por:
143 acessos

Cerca de 8.500 toneladas de milho vão reforçar o estoque do Programa Vendas em Balcão (ProVB), no Rio Grande do Sul. Desde a semana passada, 4.181 toneladas do produto começaram a ser entregues nas unidades armazenadoras de Cruzeiro do Sul (Arla Cooperativa), Marau (Vaccaro) e Erechim (Vaccaro). A distribuição desta carga deve se estender até o fim desta semana e, na sequência, mais 4.300 toneladas aproximadamente chegarão ao estado.

O estoque de milho do ProVB, programa executado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vai atender pequenos e médios criadores gaúchos afetados pela alta do preço do produto e perdas na produção após a estiagem que atingiu o estado. 

Essa quantidade faz parte das 30 mil toneladas de milho que serão transportadas do Mato Grosso para o Rio Grande do Sul até o fim do ano. O estoque vai atender os produtores cadastrados no segundo semestre. A ação integra o Plano de Continuidade de Serviços, adotado pela Conab durante a pandemia de COVID-19, que prevê a manutenção de serviços essenciais à sociedade, como o ProVB.

Nesta segunda quinzena de agosto, o preço da saca de 60 quilos é de R$ 49,80, em Cruzeiro do Sul; R$ 49,20, em Marau; e R$ 48,00 em Erechim. Os preços da saca de milho são reavaliados a cada quinzena, conforme comportamento do mercado. Neste ano, o ProVB atendeu cerca de 600 produtores rurais no Rio Grande do Sul.

Para participar do programa, os produtores devem estar registrados no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (Sican), disponível no site da Companhia.  Outras informações e orientações sobre o ProVB podem ser obtidas pelo e-mail rs.milho@conab.gov.br ou pelo telefone (51) 3326-6497, que também recebe mensagem de WhatsApp.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink