RS: Dia de Campo apresentará estratégias para reduzir custo de produção na atividade leiteira
CI
Imagem: Pixabay
EVENTO

RS: Dia de Campo apresentará estratégias para reduzir custo de produção na atividade leiteira

O evento acontece na próxima sexta-feira (06/05)
Por:

Acontece na próxima sexta-feira (06/05), a partir das 13h30, no Parque da Expoagro, em Rio Pardo, um Dia de Campo sobre "Estratégias para reduzir custos de produção na bovinocultura de leite". O evento é promovido pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), em parceria com a Embrapa e Afubra.

São esperados bovinocultores de leite familiares que possuem a criação em sistema à base de pasto. A atividade visa discutir e sensibilizar os bovinocultores de leite sobre a importância da alimentação para o rebanho em um momento onde os custos de produção com alimentação estão relativamente elevados, e a alimentação é um dos principais componentes dos custos de produção. Serão abordados temas como planejamento forrageiro: organizando para vencer dificuldades; alimentos conservados: como produzir mais leite e mais barato; e pastagens perenes tropicais são milagrosas?

O extensionista rural e assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar, Vivairo Zago, explica que os temas foram escolhidos devido aos custos de produção da atividade leiteira. "Além de se tratar de um período de vazio forrageiro outonal, cabem técnicas importantes de manejo das pastagens para amenizar o efeito do referido vazio", comenta.

Segundo o extensionista, o tema alimentação para o rebanho leiteiro é primordial para definir o resultado econômico da atividade. A alimentação, dieta para as matrizes leiteiras em sistemas à base de pasto, sendo a pastagem o principal componente volumoso da dieta, além da silagem de milho ou cereais de inverno, mais o componente proteico como a ração e os minerais, constitui a dieta adequada para o rebanho. "O planejamento forrageiro, ou seja, ter pasto em quantidade e qualidade a maior parte do ano, utilizando-se de diversas espécies e variedades disponíveis, reduz os custos de produção, torna a atividade mais rentável, uma vez que a pastagem é o volumoso mais barato da dieta. No uso de alimentos conservados, como o feno, a silagem e o pré-secado, sendo em quantidades adequadas, de cada um com a ração, também ajuda na redução de custos. E, acima de tudo, uma vaca bem alimentada é mais sadia", observa Zago.

Ainda segundo Zago, na região administrativa da Emater/RS-Ascar de Soledade são atendidas pela Instituição na bovinocultura de leite cerca de 900 famílias. A produção anual é em torno de 150 milhões de litros, conforme levantamento realizado em 2021.

As propriedades rurais familiares têm como característica áreas pequenas, com limitação de área, normalmente com mão-de-obra familiar, produção de pastagens na propriedade, silagem em área própria e arrendada, sendo as principais raças de vacas leiteiras a Holandesa e a Jersey. "Nem todas as propriedades se dedicam somente ao leite. Há o cultivo de fumo, entre outras atividades", observa o extensionista.

A bovinocultura de leite é uma atividade importante para o desenvolvimento econômico, garantindo renda e melhor qualidade de vida para as famílias, e preservando o meio ambiente, pois o cultivo de pastagens favorece o solo, possibilitando maior infiltração de água e melhores condições químicas e físicas, quando bem manejado. A atividade também é importante para o desenvolvimento da região. "A bovinocultura de leite tem importância socioeconômica, pois ainda possibilita produzir em áreas menores, renda mensal, pode associar a outras atividades e em condições normais remunera bem a mão-de-obra. No entanto, cada vez mais a eficiência do sistema produtivo é decisiva para manter indicadores de renda na atividade", conclui Zago.

Serviço:
O que: Dia de Campo Estratégias para reduzir custos de produção na bovinocultura de leite
Quando: 06/05 (sexta-feira)
Horário: 13h30
Local: Parque da Expoagro Rio Pardo/RS
Promoção: Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Embrapa e Afubra.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.