RS: Dia de Campo sobre cultivares de capim elefante reúne produtores
CI
Imagem: Divulgação
EVENTO

RS: Dia de Campo sobre cultivares de capim elefante reúne produtores

Mais de 50 pessoas, entre agricultores, pecuaristas e extensionistas reuniram-se neste dia (09/12) para o Dia de Campo
Por:

Foi na propriedade de Vanir Slaviero, na comunidade de São Miguel, município de Água Santa, que mais de 50 pessoas, entre agricultores, pecuaristas e extensionistas reuniram-se nesta quinta-feira (09/12) para o Dia de Campo sobre Cultivares de Capim Elefante. O evento foi promovido pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), com apoio da Prefeitura de Água Santa, Embrapa e Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar.

Na oportunidade, o engenheiro agrícola e analista de Transferência de Tecnologia da Embrapa Clima Temperado Sérgio Elmar Bender apresentou a pastagem da Embrapa BRS Kurumi, o detalhamento de como foi desenvolvida e informações sobre seu manejo.

O extensionista e técnico agropecuário da Emater/RS-Ascar Patric Kowalsky de Medeiros relatou sua experiência ao longo de 10 anos com o manejo em pequenas propriedades rurais, instalação de Unidades de Referência, manejo das mudas, plantio e tratos culturais da cultura. "Com um manejo correto e em condições normais a pastagem BRS Kurumi permite um retorno no piquete com 21 dias aproximadamente, com até 14 cortes ao longo de seu ciclo", exemplificou. Medeiros destacou ainda que na estação do Dia de Campo de aproximadamente 0,2 hectares da pastagem, foi possível ver in loco o desenvolvimento. "Mesmo com a estiagem de mais de 20 dias, apresentava porte e desenvolvimento satisfatório", avaliou.

Já os produtores José Pedro da Silveira e Antônio Tibúrcio Emílio Petry fizeram um relato sobre suas experiências com a pastagem. Eles deram ênfase à pastagem, que se destaca diante das demais. Entre as vantagens, destacaram a ausência do vazio forrageiro. "Quando começa as pastagens de inverno, em maio, ainda temos o Kurumi para pastejo e na saída do inverno, em outubro, o Kurumi já esta começando a 'dar boca'", relataram os agricultores. Eles expuseram sua satisfação quanto a lotação de animais na pastagem, chegando a aproximadamente 20 animais por hectare no auge de sua produção, que acontece de janeiro a março, podendo até estender-se por períodos mais longos.

O responsável pelo laboratório de solos, Luciano Brunetto, relatou as experiências com a eficiência dos fertilizantes no solo e a importância de uma coleta bem feita, para que o resultado seja uma análise dentro da realidade nutricional deste solo. Isso, para que seja feita uma recomendação nutricional (adubação e calagem) correta, evitando desperdício de adubo, que em grandes quantidades acaba por trazer prejuízos financeiros, tanto para solo como para o bolso.

O Dia de Campo recebeu participantes dos municípios de Água Santa, Mato Castelhano, Caseiros, Ibiraiaras, Santa Cecília, Lagoa Vermelha, Vacaria, Estação, São João da Urtiga, além de contar com a presença do prefeito de Água Santa, Eduardo Picolotto, do supervisor microrregional da Emater/RS-Ascar de Passo Fundo, Milton Rossetto, e representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, de entidades financeiras, cooperativas, secretários municipais e da Embrapa.

BRS Kurumi

De acordo com a Embrapa, a cultivar originou-se do cruzamento entre as cv. Merkeron de Pinda (BAGCE 19) e a cv. Roxo (BAGCE 57), ambas pertencentes ao Banco Ativo de Germoplasma de Capim-Elefante da Embrapa (BAGCE). A cultivar BRS Kurumi foi obtida pela seleção e clonagem de uma das plantas de porte baixo desta progênie.

Trata-se de uma cultivar Perene de Capim-Elefante desenvolvida pela Embrapa, com propagação através de mudas. Cultivar de porte baixo, com formato de touceiras de formato semi-aberto, folhas e colmos de cor verde e internódio curto, apresentando crescimento vegetativo vigoroso e com rápida expansão foliar e intenso perfilhamento.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.