RS: Mercado de suínos reage e produtores comemoram

Agronegócio

RS: Mercado de suínos reage e produtores comemoram

Custo de produção também diminuiu
Por:
1053 acessos
Com o quilo do suíno vivo a R$ 3,52 os suinocultores da região sul do Brasil ganham um novo animo para 2013, já que no mesmo período de 2012 o quilo do suíno estava a cotado a R$ 2,80. Para complementar a satisfação dos suinocultores gaúchos, o custo de produção também diminuiu, consequência da safar de verão, que faz com que o milho seja vendido mais barato.

Entre os dias 22 e 28 de fevereiro os preços de venda não sofreram grandes alterações em nenhuma das praças. A Bolsa de Suínos de São Paulo, por exemplo, definiu a referência em R$ 65,00/@ e R$ 66,00/@, que representam respectivamente, R$ 3,47 e R$ 3,52/kg o quilo vivo. Em Santa Catarina, o quilo do suíno está R$ 3,40, o mesmo registrado na semana passada. Já nos estados de Goiás e Minas Gerais foi registrado o mesmo valor 3,90 kg, cotação que não sofre alterada há cerca de mês, segundo os dados fornecidos pela Associação Goiana de Suinocultores (AGS) e Associação de Suinocultores do Estado de Minas Gerais (ASEMG).

Já em Mato Grosso do Sul, o suíno é comercializado a R$ 3,00/kg, valor que segundo o presidente da Associação Sul-Matogrossense de Suinocultores (ASUMAS), Arão Antônio Moraes, pode ser melhor a partir de março. "O preço é considerado estável, mas pode melhorar. O custo de produção está apropriado e nos próximos meses esperamos aumento de demanda", explica.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink