RS: pecuaristas têm dia de campo para melhorar eficiência e gestão na atividade
CI
Imagem: Divulgação
EVENTO

RS: pecuaristas têm dia de campo para melhorar eficiência e gestão na atividade

O dia de campo foi divido em quatro estaçõe
Por:

Produtores de Viamão aproveitaram a tarde desta quinta-feira (16/12) para visitar a propriedade de João José de Vargas Assis, na localidade de Lombas, e receberam informações e observaram na prática a importância da sincronização dos manejos nutricional, reprodutivo e sanitário para melhorar a eficiência da gestão na pecuária de corte, em dia de campo realizado pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) e Prefeitura, por meio das secretarias municipais de Agricultura e Abastecimento, Educação e Gabinete Integrado para o Desenvolvimento Rural (Gid Rural).

Assis é assistido da Emater/RS-Ascar há muitos anos, um entusiasta da atividade e que vem investindo para qualificar os piquetes, melhorar o gado, implantar pastagens, fazer o controle sanitário, dentre outras melhorias, inclusive com investimentos de políticas públicas. Há quatro anos, através da ferramenta da Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF) está sendo realizada a transição do gado para melhorar o rebanho. Neste período, em conjunto com os demais manejos, já foi observada uma significativa melhora no gado, com ganho de peso dos terneiros e consequente aumento de renda para a família. Além disso, esse melhoramento genético também resultou em um rebanho mais manso, gerando segurança de manejo. "É importante melhorar e isso qualquer um de nós pode fazer, assim como eu fiz. Melhorar o gado é também uma forma de continuar na terra", ressalta João.

O dia de campo foi divido em quatro estações: uma que tratava sobre a viabilidade econômica da pecuária de corte, onde os extensionistas da Emater/RS-Ascar Ricardo de Oliveira e Carla Vogel Rodrigues explicaram a importância da sincronização dos manejos reprodutivo, nutricional e sanitário para melhorar a eficiência e gestão da atividade de pecuária de corte em unidades de produção agropecuária familiar.

Na segunda estação o controle de endo e ectoparasitas foi abordado pelos veterinários da Emater/RS-Ascar Carlos Roberto Vieira da Cunha e Lisiane Feck Ávila. Eles explicaram as principais doenças decorrentes do ataque de carrapatos e os usos de homeopatia, fitoterapia e rotação de piquetes para auxiliarem o pecuarista a controlar a incidência dos parasitas no rebanho, o que motivou os participantes a perguntarem e tirarem suas dúvidas.

Na terceira estação os extensionistas da Emater/RS-Ascar Guilherme Martins Costa e Gladimir Ramos de Souza falaram sobre melhoramento e conservação de campo nativo, utilização de forrageiras nativas para sobressemeadura, rotação de piquetes para pastoreio e formação de piquetes com forrageiras anuais para suporte alimentar.

Na quarta estação as sociólogas da Emater/RS-Ascar Magda Viviane dos Santos Pereira e Maristela Rempel Ebert conversaram com os participantes sobre os desafios e perspectivas na sucessão rural familiar.

O dia de campo contou com a participação de mais de 100 pessoas, cumprindo os protocolos sanitários previstos. Também estiveram prestigiando e acompanhando o evento a supervisora da Emater/RS-Ascar Ana Spinelli, o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Rodrigo Wieczorek e do diretor Gabinete Integrado para o Desenvolvimento Rural (Gid Rural), Henrique Noronha. Patrocinaram o evento o Sindicato Rural, Vetagro e Sicredi Águas Claras.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.