RS: programa busca valorizar a cultura da erva-mate
CI
Imagem: Marcel Oliveira
MAIS QUALIDADE

RS: programa busca valorizar a cultura da erva-mate

O programa já realizou cinco seminários neste ano
Por:

Desde o início do ano, o Programa Gaúcho para a Qualidade e a Valorização da Erva-mate já realizou cinco seminários e ainda estão planejadas mais atividades com representantes de ervateiras e produtores. O projeto, que começou a ser estruturado no ano passado, tem o objetivo de resgatar, multiplicar e conservar o material genético da erva-mate (Ilex paraguariensis).

Segundo o extensionista rural agropecuário da regional da Emater/RS-Ascar de Soledade, Vivairo Zago, as ações são focadas na qualificação de extensionistas, produtores, além de representantes de empresas. Mesmo durante a pandemia, o projeto pode ser levado à frente, já que os seminários ocorreram de forma virtual. Agora, com o avanço da vacinação, algumas atividades poderão ser realizadas presencialmente, pois precisam da parte prática para melhor desempenho dos capacitados. Também no âmbito do programa, foi feito um diagnóstico sobre qualidade nutricional dos ervais – análise de solo de algumas propriedades de produtores.

Na área da regional de Soledade, conforme Zago, são oito municípios que trabalham com a cultura, compreendendo uma área de aproximadamente 5 mil hectares. “A erva-mate é uma planta que tem um aspecto cultural e, logicamente, comercial. A ideia do programa é justamente trabalharmos a questão do manejo para termos mais produtividade, consequentemente mais renda e qualidade no produto final para beneficiar o consumidor e o produtor, que terá melhor rentabilidade. Hoje a cultura está em um bom momento de preço, o pessoal que está vendendo está tendo uma boa remuneração”, comenta.

O extensionista completa que, até o final do ano, o planejamento conta com um curso de boas práticas de fabricação em parceria com o Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate), que será realizado com ervateiras ainda neste mês, no município de Itapuca. Já em novembro, haverá um curso de boas práticas agrícolas, em local que será definido.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.