RS: safra de soja em Venâncio deve ter quebra de quase 30%
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
AGRICULTURA

RS: safra de soja em Venâncio deve ter quebra de quase 30%

Embora a última etapa do ciclo tenha iniciado há poucas semanas, já se trabalha com uma realidade não muito boa
Por:

A soja, uma das culturas que mais cresceu em Venâncio Aires nos últimos anos, também é uma das que mais sentirá os impactos da estiagem do verão ao fim da colheita. Embora a última etapa do ciclo tenha começado há poucas semanas, já se trabalha com uma realidade não muito boa: segundo estimativa da Emater, a projeção de quebra na safra 2021-22 deve ficar em torno de 28%.

A expectativa inicial era de até 4,2 toneladas por hectare (são 5,75 mil hectares cultivados no município), o que daria mais de 23,9 mil toneladas nesta safra. No entanto, com a seca que afetou gravemente as lavouras de grãos, o total deve ficar em 17,2 mil toneladas em 2022. “A soja tem uma área considerável de 1 mil hectares plantados entre dezembro e janeiro e perto de 5 mil hectares no cedo, em outubro. O pessoal usou os tratos culturais, mas o clima não colaborou. Com a estiagem, estimamos uma quebra de até 28%”, destacou o chefe do escritório local da Emater, Vicente Fin.

Ainda conforme ele, 20% da área cultivada já foi colhida. “Aquela soja de outubro, que é a maior área, foi a que sofreu mais. Uma parte também teve atraso no plantio, então é precoce dizer como será a produção, dependerá dos próximos dias”, considerou Fin.

Menos da metade
A projeção negativa da Emater também é sentida por Ornélio Ruwer, 72 anos, morador de Linha Cecília. O agricultor planta soja junto com o filho, Henrique, 30 anos, e, nesta safra, semearam basicamente os mesmos 23 hectares da safra anterior.

A diferença é que no ano passado a produção chegou a 62 sacos (60 quilos cada) por hectare, totalizando 85 toneladas colhidas. Agora, não deve chegar à metade disso. “A expectativa não é nada boa. Olhando por cima, dá para dizer que a quebra vai passar de 50%. Arrisco que vamos chegar a apenas uns 25 sacos por hectare”, lamentou. Na lavoura dos Ruwer, a colheita deve levar cerca de 14 dias ainda para começar, já que o plantio também demorou um pouco mais, feito entre o fim de outubro e início de novembro.

Números
• Na safra anterior, Venâncio colheu mais de 19,5 mil toneladas de soja.
• Foram R$ 37, 8 milhões em vendas, o que representou 9,16% no VBPA.
• Atualmente, são 175 produtores no município.

Na quinta-feira, 7, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou levantamento que aponta que a safra geral de grãos no Rio Grande do Sul deve ter perdas de 38,5%. No caso da soja, a quebra chega a 50,8% no estado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.