RS: Saiba onde as geadas causaram mais danos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)

Imagem: Nadia Borges

CLIMA

RS: Saiba onde as geadas causaram mais danos

Pelotas tem boa implantação
Por: -Leonardo Gottems
226 acessos

As mudanças no tempo trouxeram consequências ao trigo e a Emater fez um compilado de dados para descobrir onde as geadas foram mais prejudiciais. As informações foram divulgadas para o Agrolink pela T&F Consultoria Agroeconômica. 

“Na região de Santa Rosa, 8% das lavouras já estão em enchimento dos grãos. A expectativa de produtividade inicial de 3.090 quilos por hectare, diminuiu agora para 2.970 quilos por hectare em virtude dos eventos climáticos ocorridos na semana. Na de Frederico Westphalen, a cultura está com bom estande de plantas e apresenta ótimo desenvolvimento após ter se recuperado do período de chuvas sucessivas. Na região de Bagé, na Fronteira Oeste, em Manoel Viana e São Borja, o frio extremo prejudicou as primeiras lavouras semeadas que estão em estádio reprodutivo, principalmente nas áreas topograficamente mais baixas, onde a formação de geadas foi mais intensa”, informa a T&F citando a Emater. 

Em geral, as lavouras mostram boa implantação, com bom estande de plantas na região de Pelotas. As geadas e o frio intenso, ocorridos principalmente quinta (20) e sexta-feira (21), não ocasionaram danos às plantas em desenvolvimento vegetativo, mais resistentes ao frio intenso. Na de Santa Maria, “o maior risco está em 22% da área plantada que se encontra em floração e enchimento de grão, fases de maior sensibilidade aos danos por frio excessivo. Já as lavouras da região de Caxias do Sul, especialmente as dos Campos de Cima da Serra, as primeiras áreas semeadas, já se encontram em fase de emborrachamento e poderão apresentar perdas significativas, mensuráveis nos próximos dias”, completa. 

“Nas regiões de Passo Fundo e Erechim, as geadas também produziram efeito nos cultivos. Lavouras em floração são as mais afetadas, embora o nível de dano varie em intensidade. Na de Lajeado, as temperaturas muito baixas e as geadas intensas na segunda metade da semana trouxeram danos aos cultivos mais precoces de trigo, em fase de formação e emissão das espigas. Na de Ijuí, a semana iniciou com boa insolação e queda de temperatura, condições ideais para o desenvolvimento da cultura; próximo do final de semana, as geadas trouxeram preocupação para os produtores devido aos danos na cultura em distintas fases de desenvolvimento”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink