RS: tecnologias para a agricultura são apresentadas em Tarde de Campo em Relvado
CI
Imagem: Divulgação
EVENTO

RS: tecnologias para a agricultura são apresentadas em Tarde de Campo em Relvado

A propriedade da família Mânica foi o local de uma Tarde de Campo realizada na sexta-feira (08/04) em Relvado
Por:

A propriedade da família Mânica, da localidade de Linha Salvação, em Relvado, foi o local de uma Tarde de Campo realizada na sexta-feira (08/04). Com a participação de mais de 80 pessoas entre agricultores, representantes de entidades, extensionistas da Emater/RS-Ascar e lideranças locais, os anfitriões apresentaram tecnologias ligadas à importância da reservação da água, aplicação de dejetos animais nas culturas, implantação de energia solar fotovoltaica e utilização de sistema de fertirrigação no sistema de irrigação por aspersão.

O objetivo geral da atividade foi instrumentalizar os produtores para tecnologias que podem ser aplicadas a partir de projetos elaborados por meio de políticas públicas como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Bovinocultora de leite e de corte e criadora de suínos em terminação, a família anfitriã realizou, nos últimos anos, uma série de investimentos que se refletem em economia de recursos e aumento da produtividade de forma sustentável, preservando o meio ambiente.

Filho de Paulo e Marilene, Jonathan Manica, de 27 anos, explica que na propriedade há, por exemplo, um grande consumo diário de água. "Somente na suinocultura, cada lote de 2.200 suínos pode resultar em uma necessidade mensal de cerca de 600 mil litros de água", salienta, reforçando a importância de guardar água - o que é feito em uma cisterna que possibilita a reserva de 1,1 milhão de litros de água, obtida de uma fonte protegida e também da chuva, que cai por uma calha sendo direcionada ao reservatório.

Já a fertirrigação, sistema que permite o bombeamento de esterco líquido curtido, que é reaplicado nas culturas de milho, sorgo, pastagens e outros, surgiu em 2019 como uma alternativa para baratear a utilização de dejetos, sem necessidade de uso de maquinário. "É um trabalho que não apenas aumenta a eficiência, como reduz os riscos, especialmente em terrenos mais inclinados como os nossos", pontua o agricultor. "E tudo com reduzido impacto ambiental e um investimento que se paga em pouco tempo", frisa.

Outra tecnologia que a família apostou em 2020 foi a implantação de 58 placas de energia solar fotovoltaica. "Com tudo automatizado na suinocultura, nossa conta de luz estava chegando próxima dos R$ 2 mil, valor que após a colocação do sistema caiu pra R$ 100 reais mensais", garante. Todos esses investimentos foram apresentados nas quatro estações de trabalho, destacando os equipamentos necessários, os benefícios, o manejo necessário e quais as linhas de crédito que possibilitam o acesso.

Realizada em parceria com a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) do Governo do Estado, a Tarde de Campo contou com o apoio da Prefeitura de Relvado, cooperativas Dália e Sicredi e Lojas Justi, Geração Sollar: Tecnologia Fotovoltaica e Techno Ambiental. Entre as lideranças que estiveram no evento, destacam-se o prefeito de Relvado, Carlos Luiz Fraporti, os gerentes regional e adjunto da Emater/RS-Ascar, Cristiano Laste e Carlos Lageman, e o supervisor Cezar Burille, além de secretários, vereadores e outros.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.