RS: tradicionais no verão, bancas de melancia conquistam o público
CI
Imagem: Marcel Oliveira
SABOR DA ESTAÇÃO

RS: tradicionais no verão, bancas de melancia conquistam o público

Apesar das variações climáticas durante a safra, vendedores dizem que qualidade está melhor
Por:

Uma melancia gelada e doce combina perfeitamente com verão. Além de deliciosa, ela garante a hidratação no período mais quente. É nesta época de calor que as tradicionais bancas se instalam em diversos pontos de Santa Cruz do Sul, oferecendo a fruta.

Na Avenida Independência, próximo ao trevo do 2001, fica a tenda com melancias da propriedade de Moacir Silveira da Rosa, na localidade de Passo da Areia, em Rio Pardo. De acordo com o vendedor, Salvador Miguel, há boa procura pela fruta, que é vendida a valores entre R$ 10,00 e R$ 15,00. Além da melancia, a banca também vende melão, moranga, abóbora e mogango, todos produzidos na mesma lavoura.

O vendedor, que já atua no mesmo ponto há 24 safras, conta que a qualidade das melancias depende do solo. “O segredo depende da terra: tem que ser nova, tem que colocar bastante adubo e nitrato”, conta Salvador.

Segundo ele, a estiagem durante o período de desenvolvimento atrapalhou um pouco, já que as plantas precisam de calor e bastante umidade, mas garante que as melancias estão muito boas neste ano. A banca, que está montada desde o dia 5 deste mês, deve ficar no local até o fim de fevereiro, atendendo todos os dias das 7 às 22 horas. O vendedor espera que a procura seja tão boa quanto foi no ano passado.

Outra banca com tradição está instalada na Rua Juca Werlang. De acordo com o proprietário, Zimar Rodrigues, a procura está um pouco menor do que nos anos anteriores, mas as frutas estão com uma qualidade muito boa. O produtor cultiva as melancias em Rio Pardo, também no Passo da Areia e realiza a venda em Santa Cruz há cerca de 30 anos. Antes ele utilizava um terreno onde foi construído um posto de combustíveis na entrada do Acesso Grasel.

Posteriormente, Rodrigues instalou-se em outro terreno nas proximidades. Neste ano, ele iniciou a venda em 2 de dezembro e pretende ficar até o fim de janeiro ou início de fevereiro, de pendendo das melancias que ainda estão na lavoura.

No local, o cliente pode escolher a fruta de acordo com a sua preferência, mas se precisar de indicação, o vendedor está pronto para auxiliar na escolha. “A gente apanha na lavoura apenas as melhores, não tem nenhuma verde, mas se precisar eu ajudo a escolher”, garante. As melancias custam de R$ 10,00 a R$ 15,00, e a banca conta ainda com variedades especiais, como a da casca amarela, mais adocicada.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink