Agronegócio

RS: Umidade em excesso na fase atual do trigo pode produzir doenças e fungos

Por:
1617 acessos
O produtor de trigo da região de Ijuí está preocupado com a instabilidade climática dos últimos dias. Neste momento o cereal está chegando na fase de enchimento do grão, por isso a umidade em excesso é prejudicial à planta. Com as chuvas dos últimos dias podem aparecer fungos como ferrugem e giberela. Essas doenças atacam na fase final do desenvolvimento da planta, afetando assim a qualidade do grão.


Segundo o técnico agrícola da Emater/Ijuí, Édio Korb, na região aconteceu acamamento da lavoura de trigo, podendo assim facilitar a entrada de doenças. Édio ressaltou que a chuva registrada nos últimos dias trouxe prejuízos pontuais às lavouras da região. Para isso a Emater vem trabalha na forma de prevenção junto ao produtor,a fim de alertar para situações climáticas e, assim, ajudar o agricultor a prevenir a lavoura contra os fungos.


A expectativa é que a colheita chegue a 45 sacos por hectare, com qualidade de PH superior a 78. A Emater ressalta que os produtores fizeram bom investimento no trigo em termos de tecnologia e qualidade das sementes plantadas. Para o técnico agrícola Édio Korb esta semana é de preocupação, pois no dia 26 de setembro do ano passado ocorreu a geada tardia, trazendo perda da produção em 2012.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink