RS adere à campanha contra fome
CI
Agronegócio

RS adere à campanha contra fome

Por:

Conter a oscilação dos preços dos produtos agropecuários e, por consequência, evitar uma crise alimentar no mundo. Este é o objetivo da campanha "1 billion hungry", que ontem (7) recebeu a contribuição dos agricultores gaúchos. Foram recolhidas 64 mil assinaturas em uma petição que será entregue na reunião da ONU, em novembro, em Nova Iorque. A mobilização gaúcha foi apresentada ao representante da FAO no Brasil, Helder Muteia. Ele esteve na Fetag, entidade que junto com a Emater, a Unisinos e a Escola de Saúde Pública, recolheu as assinaturas.

Segundo Muteia, a meta é que o Brasil colabore com 120 mil assinaturas, e o RS já ultrapassou a sua cota, estipulada em 60 mil. "Esse é um Estado que tem força política e social. Demonstra o real comprometimento com a causa". A ideia é pressionar os políticos a desenvolverem ações de combate à fome. "Se tivermos apoio político, precisaremos do apoio de quem produz, e o Brasil tem programas, como o Fome Zero e o Mais Alimentos, que devem ser expandidos para a África, a América Latina e a Ásia.

As pessoas que tiverem interesse em participar da campanha devem acessar o site www.fao.org.br.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink