RS quer liderar produção de leite

Agronegócio

RS quer liderar produção de leite

Estado tem potencial até para triplicar a produção em cinco anos
Por:
4220 acessos
Numa das mais concorridas aberturas, a 7 Fenasul começou ontem (26) com projeção otimista sobre o potencial gaúcho para assumir a liderança da produção de leite no país, desbancando Minas Gerais. Com 8 milhões de litros diários, o RS é segundo colocado apesar da capacidade industrial de 15,7 milhões de litros. O secretário do Desenvolvimento Agrário, Ivar Pavan, acredita que o posto possa ser ocupado num curto espaço de tempo desde que se tenha mais crédito, assistência e pesquisa. Hoje o parque gaúcho tem estrutura física para chegar à capacidade instalada de 18 milhões de litros/dia. Mas, na opinião do presidente da AGL, Ernesto Krug, não há ambiente para investimentos porque, com a importação desenfreada, se avizinha um recuo de preços. "O Estado tem potencial até para triplicar a produção em cinco anos, mas atingir esse patamar depende da política de preços." Neste cenário de desafios, a Fenasul, que vai até domingo no parque Assis Brasil, em Esteio, é oportunidade para investir para elevar a produção, salienta o presidente da Gadolando, José Ernesto Ferreira.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink