ALERTA

RS registra primeiro caso de ferrugem

Caso foi no município de Cruz Alta
Por: -Leonardo Gottems
288 acessos

A primeira ocorrência de ferrugem na soja no Rio Grande do Sul na safra atual da oleaginosa se deu no município de Cruz Alta. De acordo com informações do professor Lucas Navarini, do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, a doença foi identificado em coleta realizada no dia 16 de Novembro, em lavoura semeada em 12 de Setembro. A data mostra uma antecipação à semeadura recomendada na região. O agrônomo diz que as plantas estavam no estágio R5.

Ainda de acordo com Navarini, as chuvas vêm caindo na região de forma regular, com temperaturas mais baixas à noite e formação frequente de orvalho. Isso é positivo para o desenvolvimento da soja, mas também pode trazer mais facilmente a ferrugem asiática.

Ainda que o caso tenha sido registrado em lavoura com semeadura prévia ao usual, outros produtores da região de Cruz Alta devem estar atentos e fazer o monitoramento contínuo nas áreas semeadas em qualquer data. Navarini recomenda observar a eficiência dos fungicidas em ensaios recentes e os problemas de resistência registrados na safra anterior, especialmente na região sul do país, executando rotação de aplicação de fungicidas e a adoção de fungicidas multissítios no programa de controle. A informação já foi divulgada pelo Consórcio Anti-Ferrugem e as recomendações servem para produtores de várias regiões. Lucas Navarini é Doutor em Fitopatologia, formado em 2010 pela Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, e é especialista em controle químico da ferrugem asiática em grãos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink