RS remete dados para repasse

Agronegócio

RS remete dados para repasse

Por:
244 acessos

A documentação necessária para viabilizar o repasse de recursos federais para sanidade animal e vegetal do Rio Grande do Sul – que deveria ter sido remetida até o dia 15 – foi encaminhada no começo da semana passada. O convênio prevê a liberação de R$ 14 milhões, com contrapartida de 20% do Estado. O aporte do Executivo gaúcho foi garantido no ofício, assim como a promessa de quitação de débitos pendentes.

De acordo com o secretário da Agricultura, João Carlos Machado, a documentação dependia da assinatura da governadora Yeda Crusius e havia sido enviada ao Mapa antes mesmo do aval da governadora, para que os departamentos jurídicos da secretaria e do ministério avaliassem a documentação, o que causou a demora na entrega. "O documento já foi analisado e está tudo certo. Agora, depende do ministério", afirmou o secretário.

O superintendente do Ministério da Agricultura (Mapa/RS), Francisco Signor, creditou o atraso na entrega à burocracia no Estado. Segundo ele, em Brasília, os documentos ainda devem passar por apreciação no Mapa. "Estamos na expectativa que a documentação não tenha falhas e não falte nenhum dado. Caso isso aconteça, vamos trabalhar para devolver tudo no mesmo dia", destacou Signor. Apesar da entrega dos documentos, o superintendente informou que não se sabe em que prazo os recursos serão liberados. "Quando se trata de um convênio existe uma série de ritos a serem cumpridos. E, por parte do Estado, há muita burocracia", apontou.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink