RS soma autos de infração por herbicidas hormonais
CI
Imagem: Pixabay
MAIS DE 600

RS soma autos de infração por herbicidas hormonais

Aplicação sem os cuidados necessários causa prejuízos para outras culturas
Por: -Eliza Maliszewski

Somente neste ano já foram lavrados mais de 600 autos de infração a produtores, profissionais de aplicação e empresas que comercializam agrotóxicos por não cumpriram as regras sobre o uso de herbicidas hormonais em lavouras.

Os autos foram encaminhados pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) ao Ministério Público Estadual (MPE), que definirá o que pode ocorrer com os infratores em termos penais. . No âmbito da secretaria, os autuados passam por processos administrativos. [

“Estes autos de infração são da safra passada, mas desde o início desta safra estamos acompanhando as suspeitas de deriva e emitindo novos autos. É preciso saber que a aplicação de herbicidas hormonais a qualquer custo, sem os cuidados necessários, tem consequências”, destaca Rafael Friedrich de Lima, chefe da Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários.

A normativas 05, 06 e 09/2019 foram editadas pelo Rio Grande do Sul depois de problemas com deriva do 2,4-D, em dezembro de 2018, que causaram perdas em videiras, oliveiras e hortaliças. Os autos de infração lavrados se referem às INs que determinam a assinatura de um Termo de Conhecimento de Risco e de Responsabilidade na receita agronômica, por parte do produtor rural; regras para o cadastro dos aplicadores de produtos agrotóxicos hormonais e a necessidade de o produtor prestar informações; e regulamentação da venda orientada de agrotóxicos hormonais.

*com informações da assessoria de imprensa
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink