RS tem nova secretária da Agricultura

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Divulgação
TROCA

RS tem nova secretária da Agricultura

Ela substitui Covatti Filho, que reassumirá seu mandato de deputado federal em Brasília
Por: -Eliza Maliszewski

O Rio Grande do Sul teve troca de comando na pasta da Agricultura. A deputada estadual Silvana Covatti (PP-RS) assume como titular da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR), tornando-se a primeira mulher a comandar tal secretaria.

Ela substitui Covatti Filho, que reassumirá seu mandato de deputado federal em Brasília. Em sua posse, a secretária destacou o momento atual da agricultura gaúcha, com a certificação de Estado livre de aftosa sem vacinação e a colheita de uma safra histórica após períodos de estiagem vividos em 2020. 

O papel da mulher no campo também está nas bandeiras da nova secretária, uma vez que, no Brasil, dos cinco milhões de empreendimentos rurais, um milhão é comandado por mulheres. Atualmente as mulheres administram cerca de 30 milhões de hectares de atividade rural.

Silvana Covatti também destaca a prioridade na irrigação e no incentivo ao aumento da área irrigada no Estado, que hoje é de menos de 3% da área de sequeiros (soja, milho, trigo e feijão) e fruticultura. E esclarece: “Vamos dar continuidade ao Programa Pró-Milho para alcançarmos a alta suficiência do grão, fundamental para suinocultura, avicultura e pecuária leiteira”, diz.

A nova secretária também ressaltou a importância da Agricultura Familiar, assegurando que terá atenção especial em sua gestão. “É responsável por 70% dos alimentos que chegam na mesa das famílias gaúchas. Na Secretaria, vamos incentivar a produção na pequena propriedade e buscar melhores condições para as mais de 3.700 agroindústrias do Estado”, pontuou.

Silvana é mãe de Covatti. Natural de Frederico Westphalen, chegou pela primeira vez à Assembleia Legislativa gaúcha em 2006. Em 2016, foi a primeira mulher a assumir a presidência da casa em mais de 180 anos de história. Por conta do cargo, assumiu, por cinco dias, o governo do RS na ausência do então governador José Ivo Sartori e do vice José Paulo Cairoli. Nas eleições de 2018, foi novamente eleita deputada estadual.

Sobre a gestão do filho destacou a elevação do Estado a livre de febre aftosa sem vacinação. "O meu grande desafio será dar seguimento às ações e ao legado do meu filho, sendo uma mulher e protagonista neste momento histórico, em que enfrentamos tantas dificuldades, mas com a ajuda de todas as entidades que envolvem o agro e que formam o PIB do nosso Estado", destacou.

"Passo aqui para agradecer. Aprendi muito nestes dois anos e três meses à frente da Secretaria da Agricultura e ao lado de cada um de vocês nas inúmeras ações e enfrentamentos que foram necessários para melhorar a situação do nosso agro. Hoje, reassumo o mandato de deputado federal. Vejo que há um alinhamento entre Governo e Congresso poucas vezes visto. Essa convergência é uma oportunidade ímpar para que possamos fazer avançar pautas estratégicas para o nosso setor. O agro gaúcho continuará sendo nossa grande bandeira", disse Covatti Filho. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink