Rumo construirá cobertura para embarque de açúcar em Santos

Agronegócio

Rumo construirá cobertura para embarque de açúcar em Santos

A previsão é que a obra só fique pronta ao final de 2012
Por: -Por Roberto Samora
1524 acessos
SÃO PAULO (Reuters) - A Rumo Logística, braço da sucroalcooleira Cosan para transporte, cobrirá seus terminais no porto de Santos para permitir que o açúcar seja carregado mesmo em dias de chuva, informou a empresa nesta quinta-feira.

A construção da cobertura, inédita no Brasil, deverá colaborar para agilizar os embarques de açúcar no principal porto da América Latina.

No ano passado, no pico de embarques de açúcar da safra do centro-sul, as chuvas resultaram em atrasos nas operações, que são paralisadas em dias chuvosos para que a qualidade do produto não seja prejudicada. A fila de navios em Santos, com a forte demanda internacional, chegou a se aproximar de cem embarcações.

"Atualmente, as chuvas fazem com que o terminal deixe de operar mais de 90 dias por ano, obrigando os navios a esperar e provocando congestionamentos de caminhões no complexo santista. Além de reduzir o gargalo logístico, prevê-se que a nova estrutura aumente significativamente a exportação de açúcar no porto", afirmou a Rumo Logística em comunicado.

Uma cobertura metálica cobrirá o berço de atracação do Terminal Sul, com dimensões de 138 metros de comprimento e 76 metros de altura, suportando inclinação de chuvas a até 41 graus, acrescento a empresa.

Mas a previsão é que a obra só fique pronta ao final de 2012, ou seja, ainda não será utilizada no escoamento da próxima safra brasileira.

Um outro equipamento pioneiro a ser instalado no Terminal Norte, no entanto, ficará pronto no primeiro semestre de 2011, segundo a assessoria de imprensa da Rumo.

A implementação do chamado Ecoloading no Terminal Norte também permitirá o embarque em dias chuvosos.

Esse projeto, mais simples do que o equipamento metálico, consiste na instalação de uma cobertura de tecido especial retrátil que será acionada em dias de chuva.
 
O Ecoloading contará com uma estrutura de 22 metros por 19 metros. "A proteção será acionada por meio de cabos tensionadores e um sistema de insuflamento automatizado que manterá o tecido esticado, capaz de suportar ventos de até 72 km/h e chuvas sem limites de inclinação, já que a cobertura envolverá todo o porão do navio."

A estrutura metálica no Terminal Sul, acrescentou a empresa, foi desenhada para atender as maiores embarcações de carga existentes, como os navios Panamax e Cape Size, que transportam de 80 até 120 mil toneladas.

"Com estes projetos inovadores, poderemos aproveitar ao máximo nossa capacidade de embarque", afirmou em comunicado Julio Fontana Neto, presidente da Rumo.

Atualmente, um período de entressafra no centro-sul do Brasil, a principal região produtora do país, o line-up de açúcar nacional soma 26 navios, sendo 13 em Santos, de acordo com informação da agência marítima SA Commodities, ex-Santos Associados.

Outros três navios estão agendados para o porto de Paranaguá, seis em Maceió e quatro em Recife.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink