Agronegócio

Ruralistas argentinos farão greve contra intervenção do governo

Medidas do governo argentino para conter a inflação dos preços internos de trigo, milho e carne bovina irritaram os produtores
Por: -redação
3 acessos

A Confederação Rural Argentina (CRA) vai iniciar no domingo (03-12) uma greve geral de protesto contra a intervenção do governo, disse ontem a direção da CRA. O anúncio foi feito após um dia de reuniões entre a CRA e a Federação Rural Argentina. Um porta-voz da CRA dissera ontem que ambas entidades planejavam iniciar a greve nesta sexta-feira (01-12).

A greve "vai durar mais de uma semana, mas ainda não determinamos por quanto tempo", afirmou o presidente da CRA, Mario Llambias, numa entrevista. Llambias descreveu a greve como "total", acrescentando que os membros da CRA "não vão comprar ou vender nada", com exceção de artigos perecíveis. Os organismos de produtores se irritaram com uma série de medidas do governo destinadas a conter a inflação dos preços internos do trigo, do milho e da carne bovina.

Espera-se que o governo anuncie nesta sexta-feira novos limites para a exportação de carne bovina, quando os atuais limites expirarem. O governo vê a limitação das exportações como forma de baixar os preços domésticos. O governo estuda limitar as exportações de carne bovina a 45.000 toneladas por mês a começar em dezembro, de acordo com um porta-voz da Secretaria da Agricultura. Isso representaria um grande corte nas exportações. Em setembro, a Argentina embarcou 58.237 toneladas de carne bovina, de acordo com a agência de inspeção animal e de alimentos, Senasa.

A medida em relação à carne vem após o governo ter fechado os registros, na semana passada, para as exportações de milho da nova safra, após a chegada de um grande volume de novas declarações para exportação. O fechamento é temporário, e o governo começará a aceitar declarações após rever todas as declarações feitas, informou o secretário da Agricultura, Miguel Campos. As informações são da Dow Jones.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink