Ruralistas querem fortalecer os produtores e o agronegócio

Agronegócio

Ruralistas querem fortalecer os produtores e o agronegócio

Objetivo é agregar mais associados em torno da meta de alavancar o setor na região
Por:
394 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
Chapa que tem Lucio Damália como presidente do Sindicato Rural de Dourados vai lutar pela defesa do campo

O Sindicato Rural de Dourados realiza, no próximo dia 19 de outubro, a eleição da nova diretoria. A chapa que tem os produtores rurais Lúcio Damália como presidente e Rodrigo Adolfo Pavel como vice, quer fortalecer cada vez mais o agronegócio douradense. “Por isso, construímos uma chapa que representa toda a classe ruralista”, disse Lúcio em visita ao O Progresso.

Na atual diretoria, Lúcio é vice-presidente de Marisvaldo Zeuli e a proposta da nova chapa contempla uma série de ações e benefícios que vêm somar e engrandecer o trabalho desenvolvido nesta gestão.

Com uma chapa totalmente renovada, com participação de pecuaristas e agricultores que ainda não fizeram parte de diretorias passadas, o grupo liderado por Lúcio dará transparência a todas as ações e terá a missão de trazer novos associados para o Sindicato Rural. Atualmente, são cerca de 250 ativos e a meta é dobrar no próximo triênio.

A eleição ocorre no dia 19 deste mês, domingo, das 8h às 17h, na sede do Sindicato Rural. Tem direito ao voto os associados (mínimo 6 meses de associação), que estão com a contribuição em dia com a CNA. Duas chapas vão concorrer a diretoria. A outra tem como candidato à presidência o produtor rural Gino Ferreira, que já exerceu o mandato de presidente.

Propostas

Fortalecer a categoria dos produtores rurais com um mandato transparente, com organização dos setores produtivos e com a participação de todos os componentes da chapa na tomada de decisões são metas da chapa de Lúcio Damália.

A chapa também lutará pela segurança jurídica dos produtores rurais, pela preservação ambiental, defesa de imagem dos produtores, integração de todos os setores rurais, seguridade e previdência social, fortalecimento da Expoagro como feira de negócios, mais treinamento e qualificação de mão de obra para o campo, além de levar maior qualificação tecnológica aos produtores. Maior interação e parceria com instituições de pesquisa agropecuária também fazem parte das propostas.

Chapa

A composição da diretoria tem Lucio Damália (presidente), Rodrigo Adolfo Pavel (vice-presidente), Paulo César Barbosa Vieira (1º secretário), César Roberto Dierings (2º secretário), Gilberto Bernard (1º tesoureiro), José Tarso Mora (2º tesoureiro). Os suplentes são: Michel Araújo, Douglas Franco, Alexandre Zanon, Gilberto Nishioca, Wander Azambuja e Alexandre Brandão. O Conselho Fiscal efetivo é composto por Arno Guerra, Ailton Stropa e Walter dos Santos, com suplentes Marisvaldo Zeuli, Vanessa Tavares e José Antônio Filho.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink