Rússia: importação de carnes aumenta 4%; a de frango recua 7%
CI
Agronegócio

Rússia: importação de carnes aumenta 4%; a de frango recua 7%

Neste ano foram importadas 314,7 mil t de carne de frango
Por:
De acordo com os serviços aduaneiros russos, entre janeiro e outubro de 2011 as importações de carnes frescas e congeladas da Rússia somaram 1,067 milhão de toneladas, volume que significou aumento de quase 4% sobre idêntico período de 2010, quando o volume importado ficou em 1,027 milhão de toneladas.


Já as importações de carne de frango tiveram comportamento inverso, recuando cerca de 7% em relação aos 10 primeiros meses de 2010. Comparativamente às 338 mil toneladas de 2010, neste ano foram importadas 314,7 mil toneladas de carne de frango.

Quanto às quotas de importação estabelecidas para 2012 – divulgadas pelo Diário da Rússia e publicadas na terça-feira, como clipping, no AviSite – apenas se confirmou (com ligeiras alterações) o que já havia sido definido pelo governo russo em agosto deste ano.


As alterações alcançam apenas a carne suína (originalmente, estipulou-se quota de 350 mil toneladas anuais; agora, fala-se em 400 mil toneladas anuais) e a possibilidade de serem ampliadas as quotas de importação de miúdos das carnes de frango e de peru a partir do momento em que a Rússia seja oficialmente admitida na Organização Mundial do Comércio.


Ressalve-se, aqui, que aquilo que o Diário da Rússia chama de “miúdos”, foi tratado no documento original do governo russo (agosto de 2011) como “carne desossada”.




Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.