Sabarálcool tem previsão de produção recorde em 2007/08 no PR
CI
Agronegócio

Sabarálcool tem previsão de produção recorde em 2007/08 no PR

Deverão ser produzidos 2,2 milhões de toneladas de cana
Por:

A Sabarálcool S/A - Açúcar e Álcool, com matriz em Engenheiro Beltrão e filial em Perobal, no Paraná, deve ter neste ano a maior produção de toda a sua história. De acordo com Ricardo Albuquerque Rezende Filho, Diretor Comercial e Industrial da empresa, deverão ser produzidos 2,2 milhões de toneladas de cana. Na última safra, a usina alcançou uma produção de 1,6 milhão de toneladas. Com mais matéria-prima, elevam-se também as previsões de fabricação de açúcar – que deve fechar em 190 mil toneladas - e álcool – com expectativa de produção de 50 milhões de litros.

Os números, cada vez mais expressivos, ocorrem porque as duas unidades do grupo ainda têm capacidade industrial a ser ocupada, visando assim diluição dos custos fixos. Rezende também explica que, além disso, há uma grande perspectiva de crescimento de demanda nos mercados doméstico e internacional de álcool, principalmente, em função dos elevados preços do petróleo e da questão ambiental, mais especificamente, no que diz respeito aos problemas ocasionados em virtude do efeito estufa.

No entanto, para que a super safra ocorra, é preciso que o clima também coopere. Dados indicam que, até o momento, o tempo vem colaborando com os canaviais. “Se continuar da forma como está, o clima será um fator favorável”, disse Rezende. Segundo ele, o que pode vir a atrapalhar o desenvolvimento da usina é o preço dos produtos que, além de já terem caído a níveis próximos do custo de produção, não tem um horizonte muito favorável neste momento. Para ele, o principal motivo desta preocupação ocorre em função do acréscimo muito grande que haverá de oferta de cana no Brasil e em outros países do mundo para a próxima safra.

Mesmo antes de iniciar a nova safra, Rezende revela que, para o próximo ano a usina pretende ampliar ainda mais a área de canavial. “A área já contratada é de 4 mil hectares, porém devemos aumentar em pelo menos mais 3 mil hectares. Ou seja, deve haver um crescimento da ordem de 7 mil hectares”, afirmou.

Geração de empregos

A Sabarálcool, através de suas duas unidades, deve gerar este ano cerca de 4,6 mil empregos diretos. Os dados, repassados pelo Departamento de Recursos Humanos (RH) da usina, são reflexo do aumento de produção da empresa. De acordo com Fábio Vicari Rezende, Diretor Administrativo da Sabarálcool, a geração de empregos por parte da usina vem crescendo consideravelmente nos últimos anos devido ao crescimento como um todo da empresa. “A evolução do número de colaboradores é proporcional ao crescimento da empresa”, disse.

Só para se ter idéia da evolução da usina nos últimos anos, em 2004 a média anual de empregos na Sabarálcool foi de 3,1 mil. Em 2005 o número saltou para 3,6 mil. Já em 2006, a empresa alcançou um recorde de 4 mil colaboradores. Se a meta do Brasil é ampliar as vagas de trabalho, a Sabarálcool através de suas duas unidades, já começou a colaborar para isso. Gerando milhares de empregos diretos e indiretos nos últimos 24 anos, seja na indústria, no setor administrativo ou em seus canaviais, a Sabarálcool vem se consolidando como uma das mais importantes empresas do interior do Paraná, principalmente, por absorver tamanha mão-de-obra.

Sebastião Florêncio Rodrigues possui 68 anos de idade e, ao contrário de muitos jovens, esbanja força de vontade no trabalho. Segundo ele, desde 1992 vem trabalhando com a usina. Primeiro começou na cana e mais recentemente, foi remanejado para ajudante de serviços gerais. “Essa empresa é muito boa. Além de empregar muita gente, ela não vê cor nas pessoas”, afirmou. Sebastião, que trabalha desde os 8 anos de vida, disse nunca ter ficado sem emprego.

Ainda segundo Rezende, a Sabarálcool mantém vagas em aberto para os setores agrícola, administrativo e industrial. Além disso, são oferecidas vagas para engenheiros. “O que falta não é emprego, mas sim mão-de-obra qualificada para preencher as vagas”, afirmou Rezende.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink